conecte-se conosco
Itamar Schulle, técnico do Santa Cruz, e Francisco Sales, gerente de futebol coral Itamar Schulle, técnico do Santa Cruz, e Francisco Sales, gerente de futebol coral

PESanta CruzÚltimas

Santa Cruz renova com Itamar Schülle e Francisco Sales até o final de 2025

Publicados

em

Cedidos aos Retrô durante a disputa da Série D, o profissionais retornam ao Santa Cruz para conduzir a temporada 2025; Sales voltará na condição de Executivo de futebol

Com a cessão ao Retrô já alinhada, o Santa Cruz renovou o vínculo com o gerente de futebol Francisco Sales e com o técnico Itamar Schülle por mais uma temporada. Responsáveis pela formação do elenco coral que conquistou a sonhada vaga na Série D em 2025, os dois profissionais disputarão a Quarta Divisão pela Fênix e retornam ao Arruda para conduzir pré-temporada coral.

De acordo com informações divulgadas pelo GE e confirmadas pela reportagem do NE45, a única mudança no retorno dos profissionais ao Tricolor é que Sales irá deixar de ser o gerente de futebol e será “promovido” à função de Executivo, que ficou vaga ao longo de toda a temporada coral.

Os acordos para a permanência de ambos foram selados nesta quarta-feira, quando veio a público que os profissionais seriam “emprestados” ao Retrô, e os novos contratos devem ser assinados ainda nesta semana.

O desempenho dos profissionais no Santa Cruz

Contratados em novembro de 2023, logo após a eleição do presidente Bruno Rodrigues, Francisco Sales e Itamar Schülle protagonizaram a formação de um elenco jovem, com algumas referências mais experientes para a temporada 2024.

Assim, ao todo, foram contratados 21 jogadores para formar o elenco coral ao longo do ano. Contudo, logo no primeiro desafio do ano, o Tricolor do Arruda já sofreu um baque, ao ser derrotado nos pênaltis pelo Altos, na primeira eliminatória da pré-Copa do Nordeste.

No Pernambucano, o Santa Cruz conseguiu se classificar sem sustos na primeira fase, garantindo o quarto lugar com 19 pontos ganhos. Entretanto, precisou disputar a vaga na Série D nas quartas de final, diante do Central, pois o Retrô confirmou sua classificação com a vice-liderança geral. Assim, com o Arruda lotado, os Tricolores bateram a Patativa por 1 x 0 e alcançaram seu principal objetivo no ano: o calendário para 2025.

Nas semifinais, foram dois empates – 1 x 1, no Arruda, e 0 x 0, na Arena – diante do maior rival, o Sport. Nos pênaltis, os Rubro-negros se sobressaíram e ficaram com a vaga na final, encerrando a trajetória coral em 2024.

Ao todo, o Santa Cruz fez 13 jogos na temporada, com sete vitórias, quatro empates e duas derrotas, um aproveitamento de 64,1% no recorte. O desempenho agradou à torcida coral e ao presidente Bruno Rodrigues, que mesmo em um cenário em que será necessário cortar gastos por conta dos 10 meses de inatividade, chamou os profissionais para encaminhar a renovação.

Números, estatísticas e mais sobre o futebol nordestino: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados