Connect with us
BAHIA X NÁUTICO 1961 BAHIA X NÁUTICO 1961

BABahiaCopa do NordesteNáuticoPESérie AÚltimas

Da Taça Brasil ao Nordestão: relembre mata-matas entre Bahia e Náutico

Foto: Reprodução/Acervo do Diario de Pernambuco

Published

on

Clubes se enfrentaram duas vezes em confrontos eliminatórios, com o Esquadrão levando a melhor em ambos

Bahia e Náutico vão se enfrentar nesta quarta-feira, na Fonte Nova, em busca de uma vaga na semifinal do Nordestão. E o duelo das quartas de final da Copa do Nordeste vai ser o terceiro entre os times em confrontos eliminatórios. Até aqui… O Esquadrão levou a melhor nas outras duas oportunidades.

O primeiro confronto de mata-mata entre os times foi em 1961, em compromissos válidos pelas semifinais da Taça Brasil. E deu Bahia, assim como em 2002, quando o Esquadrão levou a melhor sobre o Timbu nas semifinais do Nordestão. Abaixo, o NE45 relembra como foram esses embates.

Bahia levou a melhor na Taça Brasil de 1961

Em 1961, dois anos após ganhar a Taça Brasil, o Bahia encarou o Náutico nas semifinais do torneio. O Esquadrão superou o Fortaleza nas quartas de final, enquanto o Timbu já entrou na competição como um dos quatro melhores.

Assim, eles se enfrentaram nas semifinais por uma vaga na final do torneio. No primeiro jogo, nos Aflitos, no dia 23 de novembro de 1961, um empate sem gols. Resultado que, como refletiu a manchete do Diario de Pernambuco do dia seguinte, foi ruim para o Timbu.

NÁUTICO 0 X 0 BAHIA 1961
Foto: Reprodução/Acervo do Diario de Pernambuco

Na volta, por sua vez, o Bahia não perdoou. Fez valer o mando de campo e, com gol de Mário, bateu o Timbu por 1 x 0, garantindo vaga na decisão da Taça Brasil. Para o Alvirrubro, porém, restou a eliminação.

Eliminação, diga-se, destacada também pelo Diario de Pernambuco no dia seguinte ao jogo. A manchete frisou a eliminação do estado na Taça Brasil.

Pernambuco “sobrou da Taça Brasil: Náutico eliminado, ontem, pelo Bahia

BAHIA X NÁUTICO 1961
Foto: Reprodução/Acervo do Diario de Pernambuco

Na final da competição, porém, o Esquadrão de Aço ficou com o vice. Encarou o Santos de Pelé e companhia e, após empate por 1 x 1 na Fonte Nova, perdeu por 5 x 1 na volta, com três gols do Rei do Futebol.

Bahia levou a melhor também no Nordestão de 2002

41 anos depois, por sua vez, os times voltaram a se enfrentar em um mata-mata. E novamente na semifinal. E de novo com o Bahia levando a melhor.

No primeiro jogo, nos Aflitos, um empate sem gols, assim como havia sido a ida em 1961. E, na Fonte Nova, um triunfo por 1 x 0, repetindo o placar agregado de 41 anos antes. Nonato fez o gol do Esquadrão.

Na final, o Bahia teria pela frente o Vitória, seu maior rival. O Tricolor, porém, levou a melhor: 3 x 1 na Fonte Nova e 2 x 2 no Barradão, dando o título ao Esquadrão.

E em 2024… Quem leva a melhor?

Agora, 22 anos depois do mata-mata de 2002, Bahia e Náutico voltam a se enfrentar em um confronto eliminatório, mas desta vez em jogo único.

O Bahia avançou com a melhor campanha da primeira fase e joga em casa, enquanto o Timbu, que trocou de técnico recentemente, passou como o pior classificado e tenta surpreender sob o comando de Mazola Júnior.

A bola rola na Fonte Nova às 21h30.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados