Connect with us
Thiago Carpini, novo técnico do Vitória Thiago Carpini, novo técnico do Vitória

BASérie AÚltimasVitória

Vitória: Carpini lamenta derrota e diz que gol antes do intervalo foi fundamental para Bragantino virar

Published

on

Treinador do Leão afirmou que o gol no fim do primeiro tempo mudou a parte mental dos donos da casa para ganhar o jogo

Uma atuação do Vitória que não foi ruim, em linhas gerais, mas que não conseguiu suportar a pressão do adversário. Assim, sofreu uma derrota de virada para o Red Bull Bragantino, por 2 x 1, e encerrou a sequência de quatro jogos invicto na Série A.

Para o técnico Thiago Carpini, o Rubro-negro vinha executando bem sua proposta para a partida e conseguiu neutralizar o Bragantino. Porém, o Vitória precisava ser mais efetivo em outras oportunidades que criou.

“A gente sabe da dificuldade de enfrentar o Bragantino aqui, com repertório grande e também capacidades individuais. A ideia era neutralizar um pouco, algo que conseguimos. Sabíamos que a gente teria uma ou duas situações e que precisaria ser efetivo”, começou Carpini.

“Ainda funcionou e tivemos oportunidades. (Também foi difícil) encontrar uma formação do último jogo para hoje, sem nenhum zagueiro destro, improvisamos o Rodrigo Andrade. Dentro do que tínhamos, foi um jogo consistente defensivamente”, afirmou.

Thiago Carpini, novo técnico do Vitória
Foto: Victor Ferreira/EC Vitória

Gol antes do intervalo complicou situação para o Vitória

O treinador também afirmou que o Vitória conseguiu resistir bem à pressão adversária, mas pontua que ter sofrido o gol no fim do primeiro tempo virou a chave para o Bragantino, principalmente na questão anímica. Thiago Carpini também destacou que faltou mais efetividade à sua equipe para ter um melhor resultado fora de casa.

“Nós soubemos sofrer na maior parte do tempo. O que determinou o resultado e a atmosfera para que o Bragantino virasse a partida foi o gol no final do primeiro tempo. Se fôssemos com o 1 x 0 (para o intervalo) seria uma outra situação, com mais possibilidades de contra-ataque no segundo tempo”, avaliou o técnico.

“Tivemos algumas oportunidades, mas fomos pouco efetivos. Então foi um jogo de detalhes, jogo grande, de Série A. Não fomos efetivos nas oportunidades e os gols do Bragantino foram mais falhas nossas que mérito do adversário”, concluiu.

Números, estatísticas e mais sobre o futebol nordestino: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados