conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Dado aguarda recuperação para contar com Rodriguinho no Bahia

Meia ficou de fora de alguns jogos para ganhar condicionamento. ‘É o momento dos grandes jogadores’, disse Dado

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia
Avatar

Publicados

em

Principal contratação do Bahia para a temporada, o meia Rodriguinho está devendo na Série A. Após registrar um bom começo, com três gols nos sete primeiros jogos, o meia sofreu com idas ao departamento médico e tornou-se desfalque em vários jogos.

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Bahia

Em setembro, Rodriguinho teve uma fissura no pé e virou baixa por dois meses. Ao retornar, apesar do gol marcado contra o Botafogo, não engrenou e virou novamente baixa, desta vez por diagnóstico de Covid-19, em janeiro.

LEIA: Com desfalques por Covid-19, Dado sobe três garotos da base do Bahia

Recuperado, Rodriguinho apresentou-se aquém fisicamente por conta do período inativo. Tanto é que começou alguns jogos no banco, mas não foi suficiente para se condicionar. 

Até que a comissão técnica optou por deixá-lo de fora das partidas, como contra Vasco e Fluminense, a fim de o jogador ganhar uma maior carga de treinamentos, visando um crescimento nesta reta final do Esquadrão na luta contra o rebaixamento. Agora, melhor preparado, o clube vive expectativa pelo crescimento do jogador.

“Internamente tivemos a paciência necessária para excluir ele de jogo e ganhar treino, lastro. Desde o pós-Covid e a sequência de jogos, ele no banco é um jogador que treina menos. Os jogadores do banco não jogam tanto e também não treinam porque eles estão à disposição. E isso compromete demais alguns atletas, não só Rodriguinho em si. Mas outros atletas também”, iniciou o comandante.

“Então tivemos uma estratégia diferente. Rodriguinho também entendeu, então ele está muito disposto, a semana passada já foi bem melhor, ele ganhou mais resistência, força e, com isso, confiança. Não só dele, mas da comissão técnica. É o momento da adversidade, mas também dos grandes jogadores. E ele é um grande jogador. Então existe a expectativa grande da utilização dele”, acrescentou Dado Cavalcanti. 

Para o confronto diante do Atlético-MG, aliás, Rodriguinho é o único meia de origem à disposição, já que Daniel está suspenso e Índio Ramírez. Dado Cavalcanti, entretanto, não confirmou se o meia começa jogando.

A última partida de Rodriguinho, aliás, foi no dia 24 de janeiro, quando atuou por 25 minutos na derrota para o Sport ao sair do banco de reservas. No total, na Série A, tem 21 partidas, com quatro gols e uma assistência.

Atualmente, o Esquadrão está em 16º lugar na Série A, empatado com o Vasco, que abre a zona de rebaixamento, mas melhor no critério de desempate (número de vitória). 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending