conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

2021: Bellintani projeta venda de atletas ‘importantes’ e caros no Bahia

Bellintani falou como se dará a atuação do Esquadrão no mercado

Foto: Divulgação/ EC Bahia
Avatar

Publicados

em

O Bahia apresentou, nesta terça-feira, a previsão de orçamento para 2021. Ainda sem saber se jogará a Série A ou a Série B, a maioria dos valores variam de acordo com o cenário, exceto dois, dentre eles a venda de jogadores- clique AQUI para ler na íntegra. Isso porque, esteja na primeira ou segunda divisão, o Tricolor projeta a entrada de R$ 25 milhões com negociação de atletas. E isso se dará com a saída de peças ‘importantes’ e que possuem ‘custo alto’.

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Bahia

Pelo menos foi o que afirmou o presidente do Esquadrão, Guilherme Bellintani, em entrevista ao globoesporte da Bahia, detalhando um pouco mais a atuação do Tricolor no mercado para a próxima temporada, ainda que sem citar nomes.

LEIA: Bahia tem 38% de probabilidade de ser rebaixando na Série A

“Nosso grande dilema é ser mais eficiente, mais eficaz, com menos dinheiro. Esse é o nosso dilema. E aí, naturalmente, a gente vai ter que abrir mão de atletas que são importantes, mas que nos custam alto e que podem gerar valor de mercado. Então o primeiro movimento é esse, orçamentariamente a gente abrir mão de atletas que têm salários mais altos e que podem nos render algum dinheiro no mercado”, afirmou Bellintani. 

2021 | Bahia lança orçamentos para as Séries A e B com R$ 63,4 milhões de diferença

E em meio aos jogadores com esse perfil que deixarão o elenco, haverão, claro, as reposições. E estas serão através de peças emergentes, conforme indicou o presidente do Bahia, reconhecendo também que o clube precisará ser mais assertivo nas contratações. Nas últimas semanas, inclusive, o departamento de futebol do Esquadrão vem passando por uma reformulação, ainda em curso, com as chegadas do executivo Lucas Drubscky e do coordenador Renê Marques.

“Por outro lado, que eles sejam substituídos e o elenco complementado com jogadores mais jovens e mais baratos. Aí entra naturalmente todo trabalho de prospecção que tem que ser muito mais eficiente do que tem sido”, finalizou o mandatário.

Ouça a mais recente edição ‘Raiz’ do Podcast 45 Minutos, que analisa os nordestinos na reta final da Série A.

Atualmente, na Série A, o Bahia está em 16º lugar, com 38 pontos (um acima do Vasco) e tem 38% de chance de ser rebaixado. Na penúltima rodada da competição, o Esquadrão enfrenta o Fortaleza, neste sábado, no Castelão.

Restando duas partidas para o fim do Brasileirão, há cerca de R$ 63 milhões em jogo para o time baiano – valor correspondente à disparidade apresentada no orçamento em caso de permanência ou queda.

Trending