conecte-se conosco

NáuticoPEÚltimas

Edno Melo se pronuncia e critica postura de Kevyn: ‘Fechou as portas’

Lateral conseguiu rescisão indireta por dívidas; Timbu vai recorrer

Foto: Divulgação/ CNC

Publicados

em

Após a agitada segunda-feira do Náutico, sobretudo pela ação judicial movida por Kevyn, o presidente do clube, Edno Melo, se pronunciou via redes sociais. E tratou como lamentável a conduta do lateral-esquerdo, que conseguiu rescisão indireta de contrato alegando salários atrasados – negados pelo Timbu via vice-presidência jurídica e via nota oficial nesta tarde.

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Náutico
LEIA: Lateral esquerdo Kevyn consegue na Justiça rescisão de contrato com o Náutico
LEIA: Náutico nega atraso salarial com Kevyn e vai recorrer de rescisão na Justiça
LEIA: Náutico quita FGTS de Kevyn e confirma dívida de 13º salário

Em publicações no Twitter, o mandatário reiterou a seriedade administrativa com que o Náutico vem sendo gerido desde o início da gestão, em meados de 2017. Além disso, criticou a conduta de Kevyn após o Timbu ter apostado novamente nele durante a última Segundona.

“O Náutico tem sido, nestes últimos anos, um clube administrado com zelo e seriedade. Mesmo em tempos difíceis, como os atuais, com quedas drásticas nas receitas. Com muito esforço, mantivemos os salários dos nossos atletas em dia. E temos um grupo coeso, comprometido com o Timbu”, iniciou.

“Se algum atleta quer mudar de rumo, por decisão própria ou orientação empresarial, pode fazê-lo. Mas não às custas do clube, utilizando informações inverídicas. Não é este o caminho. Trata-se de uma exceção, uma atitude lamentável, que não altera em nada nosso plano de trabalho”, acrescentou o presidente.

Prata da casa, Kevyn retornou ao clube no ano passado vindo do Resende para compor o elenco da Série B, mas rapidamente ganhou a posição com solidez defensiva e confiança do técnico Hélio dos Anjos. Tamanho o prestígio, inclusive, fez também com que fosse o único jogador da função para este início da temporada. Algo que o jogador não retribuiu, segundo Edno Melo.

“Reabrimos as portas para um atleta, que as fechou da pior forma. Saberemos defender os interesses do clube na Justiça, como temos feito. E seguiremos com quem sabe defender a verdade e honrar as cores do nosso clube”, concluiu o mandatário.

No total, o lateral-esquerdo disputou 20 partidas nesta segunda passagem pelos Aflitos e, inclusive, entrou em campo no amistoso preparatório do último sábado, diante do Botafogo-PB. O contrato de Kevyn iria até o fim deste ano e estava sendo negociada uma renovação com ajuste salarial, segundo a diretoria. 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending