conecte-se conosco
Guto Ferreira, técnico do Ceará Guto Ferreira, técnico do Ceará

CECearáSérie AÚltimas

Guto diz que Ceará merecia a vitória e destaca crescimento do time

Publicados

em

O técnico Guto Ferreira teve uma mistura de sentimentos após o empate do Ceará por 1×1 com o Internacional, neste domingo (20), no Beira-Rio. O treinador ficou feliz com o desempenho e a evolução da equipe, mas lamentou o resultado porque acredita que o Vozão poderia ter vencido fora de casa. 

“Fizemos uma grande partida. Jogamos bem e estivemos muito próximos de conseguir o resultado. Tiveram situações de interpretações, situações de detalhes do momento do jogo. Mas o mais importante é que a equipe produziu, se portou defensivamente bem e construiu, atacando o adversário. Nesse quesito, tivemos mais do que eles. O adversário praticamente só bateu o pênalti. E nós tivemos pelo menos quatro chances claras. Tudo isso jogando no Beira-Rio. Isso que me deixa tranquilo desse crescimento da equipe, mas não estou totalmente feliz porque merecíamos a vitória”, analisou Guto Ferreira.

Ainda segundo o treinador, o Ceará foi equilibrado nos três setores do campo e tomou conta da partida. Mas pecou no momento de concluir as jogadas. Para o comandante do Vozão, o rendimento foi uma continuidade do último jogo, que terminou com a vitória do Bahia.

“A gente já tinha feito uma boa partida contra o Bahia. Mas quando não consegue o resultado e sai derrotado, interpretam como jogou mal. Porém, eles só jogaram cinco minutos e conseguiram ter a supremacia da partida, o árbitro também nos atrapalhou. Esse tipo de situação vai machucando e vai criando casca também. Nosso time está aprendendo com todas as situações. A ponto de perceber que não adianta reclamar. Eles vão errar bastante contra nós e temos de fazer contra tudo e contra todos”, disse.

Com o desempenho elogiado, apesar do empate, Guto Ferreira acredita que o Ceará vai evoluir ainda mais. Assim, o fator psicológico passará a jogar a favor da equipe, que tem tido problemas desde a final da Copa do Nordeste. 

“Todo bom jogo ajuda no emocional e no nível de confiança. Não fizemos uma partida ruim contra o Bahia, mas saímos derrotados com erros gravíssimos de arbitragem. Hoje, não saímos com a vitória, talvez também por situações como essa. O mais importante é que estamos construindo. Uma hora vamos fazer um gol e não tomar ou fazer dois, três gols para retomar aquela competitividade vencedora”, concluiu.

Ouça a partir do minuto 84′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending