conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Presidente do Náutico garante não fugir de austeridade financeira por acesso

Publicados

em

Após mais de 24 horas da saída de Hélio dos Anjos, o presidente do Náutico, Edno Melo, fez um pronunciamento para ressaltar o planejamento do clube. De acordo com o mandatário alvirrubro, o clube não fugirá da austeridade pelo acesso, embora o foco principal seja subir para a Série A do Campeonato Brasileiro e haja a necessidade de contratações com a possibilidade de dispensas, como foi dito pelo ex-técnico. 

“O torcedor pode ficar tranquilo e ter a certeza de que essa diretoria está fazendo de tudo pelo acesso, mas não vamos mudar nossos princípios. Faremos tudo dentro da nossa limitação financeira, com criatividade e responsabilidade. Podem ter certeza que o Náutico vai buscar esse acesso, temos mais 19 jogos para isso”, destacou o presidente.

Edno Melo relembrou as conquistas desde que assumiu o clube para pedir um voto de confiança ao torcedor. O presidente garantiu que o Timbu não fará irresponsabilidades financeiras para comprometer o futuro da instituição.

“A gente assumiu o clube para fazer as coisas certas e determinamos alguns pilares de sustentabilidade, austeridade e responsabilidade financeira que está dando certo. Com isso, estamos tendo resultados. Conquistamos três títulos em quatro anos, chegamos a quatro finais, voltamos aos Aflitos, resgatamos a credibilidade no mercado e o orgulho de ser alvirrubro. Foi dessa maneira que conseguimos isso e não podemos fugir desses pilares para destruir tudo o que foi pavimentado. Mas não podemos nos acostumar com as derrotas”, completou.

Sobre a saída de Hélio dos Anjos, Edno Melo afirmou que foi pego de surpresa. Ele contava com a continuidade do trabalho visando a recuperação na Série B do Campeonato Brasileiro. 

“Após a quinta derrota, a direção de futebol junto com a presidência, o executivo e o nosso comandante, que era Hélio dos Anjos, teve uma reunião franca, sincera e que iniciou com a pergunta do professor se tínhamos convicção no trabalho dele. De imediato, falamos que sim e que estávamos ali justamente para arrumar uma maneira de voltar aos caminhos das vitórias. Algumas coisas foram pontuadas e saímos da reunião certos de que voltaríamos ao caminho das vitórias. Mas, no dia seguinte, fomos pegos de surpresa com a entrega do cargo por parte de Hélio dos Anjos”, contou.

Porém, o presidente já virou a página e mantém o foco no acesso após a chegada de Marcelo Chamusca. “Tenho muito respeito a Hélio dos Anjos, a torcida também tem por ele. É uma pessoa trabalhadora, profissional extraordinário e que deu muito ao Náutico. Mas o Náutico também deu muito a Hélio. Agradeço ao que ele fez e vida que segue. Viramos a página, temos um novo comandante. Marcelo Chamusca chegou e vai nos levar ao acesso e quem sabe ao título da Série B”, pontuou. 

Trending