conecte-se conosco

PESanta CruzSérie CÚltimas

Para consolidar reação, Santa tenta ‘fazer ferida’ contra um oscilante Paysandu em Belém

Publicados

em

Para consolidar ainda mais a reação na luta contra o rebaixamento para a Série D, o Santa Cruz encara o Paysandu, no próximo sábado, em Belém, com a missão de tentar aproveitar um rival ainda oscilante quando atua dentro de casa.

Isso porque, na Curuzu, o Papão, que abre o G4 do grupo A da Série C e luta por uma vaga no quadrangular ao acesso, tem aproveitamento modesto sob seus domínios: apenas 42% (2V, 3E e 2D). O menor entre os quatro primeiros colocados da chave.

Apesar de não ser líder, quem figura no topo é o Manaus (2º lugar), ostentando 81% de rendimento quando joga na Arena Amazônia. Na sequência vem o Tombense, líder da chave, com 71%, e Botafogo-PB (3º colocado), com 62%.

A destacar que, no recorte das quatorze rodadas disputadas até agora na Série C, foi apenas na 10ª que o Paysandu conquistou sua primeira vitória na Curuzu, no triunfo magro por 1 a 0 diante da Tombense. Em seguida, em novo duelo em casa, desta vez com o Jacuipense, também venceu.

Reação a priori consolidada que não saiu do papel, uma vez que a equipe paraense voltou a pecar atuando em Belém, empatando em 1 a 1 com o Floresta no último final de semana – cuja equipe, inclusive, briga contra a queda para a Série D.

Cenário bem diferente do atual vivido pelo Santa Cruz. A equipe coral não perde há quatro partidas, somando duas vitórias e dois empates. Neste recorte, um aproveitamento de G4, empatado apenas com o Tombense, com o mesmo número de pontos conquistados.

Desempenho do Paysandu Curuzu:

Paysandu 0 a 2 Botafogo-PB
Paysandu 0 a 0 Volta Redonda
Paysandu 0 a 2 Ferroviário
Paysandu 1 a 1 Altos
Paysandu 1 a 0 Tombense
Paysandu 2 a 0 Jacuipense
Paysandu 1 a 1 Floresta

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending