conecte-se conosco
Rafael Tenório, presidente do CSA Rafael Tenório, presidente do CSA

ALCSASérie BÚltimas

Direção do CSA revela ter recebido R$ 31 milhões em indenização pelo CT do Mutange

Foto: CSA/Divulgação

Publicados

em

Em reunião na noite desta terça-feira (14) com conselheiros, a direção do CSA revelou que o clube recebeu pouco mais de R$ 31 milhões de reais como indenização pela desocupação do CT do Mutange. O valor, pago pela mineradora Braskem, foi parte do acordo por causa do desastre geológico causado pela empresa em Maceió, onde a extração desenfreada de sal-gema gerou um desequilíbrio no solo, que vem afundando pelo menos quatro bairros da capital alagoana.

Ao todo, R$ 31.280.000,00 foram pagos, dos quais R$ 7,7 milhões o CSA já gastou. Com juros, ainda houve um rendimento de R$ 292 mil ao clube. Ao todo, então, restam R$ 23,8 milhões, que devem ser investidos na construção do novo CT do Azulão, localizado no bairro Benedito Bentes, próximo ao Aeroporto Zumbi dos Palmares, em Maceió-AL.

Com a pretensão de transformar o seu novo centro de treinamentos no maior do Nordeste, o Azulão terá em seu CT um hotel com capacidade para 108 pessoas, cinco campos (sendo um deles de grama sintética), centro ecumênico, museu, vestiários, quadra poliesportiva e academias, distribuídos numa área construída de 5.300 m².

Foto: CSA/Divulgação

Ainda na reunião com os conselheiros, o presidente Rafael Tenório fez um balanço da sua gestão. Segundo ele, duas das três metas que ele tinha, foram cumpridas. Porém, uma ficou em falta, o que o deia um pouco frustrado nesta reta final de mandato no Azulão.

“Quando assumi o CSA, em 2015, disse que tinha três objetivos: dar calendário ao clube, zerar o passivo trabalhista e transformar o CSA em S/A. Eu consegui realizar dois: dei calendário ao clube, isso seria fácil, face à torcida que a gente tem, e consegui zerar o passivo. Mas isso foi feito com planejamento, porque eu sou especialista nisso. Vou sair frustrado porque não consegui transformar o CSA numa S/A. Eu queria ver o CSA em cinco anos sendo um dos maiores clubes do futebol brasileiro”, disse o mandatário.

Trending