conecte-se conosco
Matheus Vargas, do Fortaleza Matheus Vargas, do Fortaleza

CEFortalezaSérie AÚltimas

‘Deixamos de lutar e passaram por cima’, diz meia do Fortaleza sobre goleada no Clássico

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Publicados

em

Mais uma noite infeliz do Fortaleza no Brasileirão. Dessa vez, o peso é ainda maior por se tratar de um clássico onde terminou goleado pelo Ceará por 4 a 0. São seis jogos seguidos sem vencer, sendo cinco derrotas (uma delas pela semifinal da Copa do Brasil) e um empate. O time vem jogando mal, apresenta falhas que anteriormente não tinha, e perdeu a sua intensidade característica.

Internamente, a cobrança tem sido grande e ela foi externada em entrevista na saída de campo pelo meia Matheus Vargas. Para ele, o Fortaleza deixou de lutar e o Ceará passou por cima deles. O armador destacou que o Leão não vem apresentando o a mesma pegada de outros jogos e eximiu o técnico Juan Pablo Vojvoda de culpa. Ele puxou a responsabilidade para os jogadores e disse que é preciso voltar a dar o máximo.

“Hoje deixamos de lutar, não igualamos na vontade e eles passaram por cima de nós. Se continuarmos nessa pegada, de entrar sem intensidade, nós vamos sofrer. Nossa equipe tinha uma característica de ter intensidade, de marcar os caras em cima, mas a gente não está fazendo. Isso não é culpa do Vojvoda, isso é culpa dos jogadores, porque a gente tem que chegar e dar o máximo. E agora nesses cinco jogos temos que fazer pelo menos três vitórias para poder sonhar com a Libertadores”, disse o meio-campista na saída de campo ao canal TNT Sports.

O meia do Fortaleza acredita que a falta de intensidade nos últimos jogos é o que tem travado a equipe, fazendo com que as atuações sejam ruins. Além de acreditar de “está faltando alguma coisa”, ele destacou que é preciso retomar o foco para se recuperar diante do Palmeiras, no próximo sábado, às 19h, na Arena Castelão.

“Acho que é (o principal problema), porque a gente não está criando, não está fazendo mais gols. Então está faltando alguma coisa. A gente tem que botar a cabeça no lugar, porque sábado temos o Palmeiras aqui. Um jogo muito difícil, onde só a vitória nos interessa”, encerrou o jogador do Fortaleza.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending