conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Sport inicia ações inclusivas e faz palestra com funcionários sobre combate à homofobia

Iniciativa foi a primeira das previstas pela diretoria de inclusão e diversidade; veja mais

Foto: Divulgação/ Sport Recife

Publicados

em

Após o anúncio de uma série de ações inclusivas em entrevista coletiva na última segunda-feira, a vice-presidência de diversidade e inclusão do Sport colocou em prática a primeira iniciativa prometida sobre o tema. Na tarde desta quarta, foi realizada uma capacitação com os funcionários do clube acerca da importância do combate à homofobia na área profissional e na vida pessoal.

LEIA: Sport põe cláusulas contra racismo e homofobia em contratos e anuncia série de ações inclusivas

A ação foi promovida pelo departamento em conjunto com o Centro Estadual de Combate à Homofobia (CECH) e durou cerca de duas horas. Estiveram presentes nesta quarta o diretor da pasta, Gabriel Augusto, além da psicóloga Larissa Cavalcanti e da advogada Natalia Yumi Kajiya, que palestraram sobre o assunto. O clube noticiou sobre o evento no site oficial.

LEIA: Sport caminha para ter o pior ataque e a melhor defesa em uma edição de Brasileirão

“A parceria do CECH, programa da Secretaria Executiva de Direitos Humanos, com o Sport é de grande importância para o enfrentamento à LGBTFOBIA dentro do futebol pernambucano. Realizamos hoje uma formação com os funcionários e avaliamos que a recepção ao tema ocorreu de forma muito positiva. O Sport está construindo ações internas que vão contribuir muito para o respeito à diversidade e para diminuição de diversas violências geradas em razão de preconceitos”, avaliou Natalia Yumi.

De acordo com a vice-presidente de diversidade e inclusão, Roberta Negrini, aliás, no início desta semana, essa capacitação deve durar três meses no clube. Além de funcionários, estão previstas a participação também de jogadores e diretores, segundo a dirigente.

Recentemente, no Conselho Deliberativo (CD) do clube, houve o caso em que o conselheiro Flávio Khoury reproduziu falas homofóbicas contra o ex-BBB Gilberto e foi alvo de denúncia. No entanto, acabou absolvido em votação dentre os demais integrantes do órgão.

Capacitação nesta quarta-feira, na sede da Ilha do Retiro. Foto: Divulgação/ Sport Recife

“Nós que integramos a vice-presidência de diversidade e inclusão do Sport entendemos que momentos como este são indispensáveis para tornar o clube um espaço mais acolhedor para nossa torcida imensa e diversa. Assumimos o compromisso institucional de combater a homofobia e toda forma de discriminação, e a contribuição do CECH com a formação para nossa equipe fortalece esta perspectiva”, afirmou Gabriel Augusto nesta quarta.

Outras ações 

Essa é apenas uma das diversas ações prometidas no início desta semana pela diretoria. Além dela, o clube planeja também a inserção de cláusula contra homofobia e racismo no contrato de jogadores para 2022, a criação de uma categoria de sócio denominada ‘Sport Livre’ (com lançamento de linha de roupa), um espaço para acolhimento na sede com assistente social, a abertura da Ilha do Retiro para celebração do dia do Orgulho Gay e a criação de um censo interno, dentre vários outros – clique aqui para conferir na íntegra.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending