conecte-se conosco
Rodallega, do Bahia Rodallega, do Bahia

BABahiaCopa do NordesteÚltimas

Depois de atentado contra delegação, Bahia vence Sampaio Corrêa e respira no G4 do Nordestão

Publicados

em

Apesar do atentado fora de campo, quando o Bahia teve seu ônibus atingido por bombas disparadas por marginais na entrada da Arena Fonte Nova, o Tricolor foi a campo e conquistou um resultado importantíssimo pela Copa do Nordeste. Bateu o Sampaio Corrêa por 2 a 0, com gols de Daniel e Rodallega.

Com o triunfo em cima do Sampaio Corrêa, o Bahia chegou a 10 pontos no Grupo B da Copa do Nordeste, assumindo a terceira colocação. Enquanto que o Paio segue no terceiro lugar do Grupo A, com sete pontos. O Esquadrão volta a campo no domingo (27) contra a Juazeirense, no Adauto Moraes, às 18h, pelo Campeonato Baiano. A Bolívia Querida joga no mesmo dia pelo Campeonato Maranhense, fazendo a semifinal do primeiro turno contra o São José-MA, às 16h, no Castelão.

O jogo

Após o atentado ao ônibus, quando afirmou que a equipe entraria em campo, o técnico Guto Ferreira prometeu que o time entraria com “dignidade e profissionalismo”. Dito isso, o Esquadrão entrou ligado contra o Sampaio Corrêa, ficando mais presente no campo de ataque desde os primeiros minutos.

Com forte marcação no meio-campo e velocidade para sair nas laterais, o Tricolor não permitia que a Bolívia Querida conectasse seus atacantes e ditava o ritmo do jogo. A primeira grande chance da partida aconteceu aos 17 nos pés do artilheiro Rodallega. Após bola cruzada da direita, o colombiano recebeu na área e fuzilou para a meta. O chute acabou explodindo no travessão do goleiro Gabriel Batista.

Cinco minutos depois, o Bahia conseguiu converter seu domínio em vantagem no placar. Em arrancada pela direita, Raí Nascimento acionou Daniel pelo meio. O armador tabelou com Rodallega e arriscou chute de fora da área, que bateu o goleiro maranhense e acabou morrendo nas redes. Atrás no placar, o Sampaio Corrêa começou a sair mais para o jogo após o primeiro gol, mas esbarrava na boa marcação do Bahia. Dessa forma, sem conseguir criar chances de gol, a Bolívia Querida ainda viu o Esquadrão criar chances para ampliar no contragolpe.

Bahia, com um a menos, controla e mata o jogo

No segundo tempo, o Bahia manteve sua pressão no campo de ataque e buscava o segundo gol. Mas o Sampaio Corrêa brigava e também agredia. Aos seis minutos, quase marcou com Rodallega em boa finalização, mas mandou para fora. O Paio respondeu aos nove, em chute de Gabriel Poveda que obrigou Matheus Teixeira a fazer defesa importante. Ronaldo César também levou perigo após mandar uma bomba aos 13, onde a bola passou muito perto. Os visitantes ainda tiveram um gol anulado aos 15 minutos, com Wendson, bastante reclamado pelos maranhenses.

O duelo complicou para o Tricolor de Aço após a expulsão de Patrick de Lucca, que tomou o segundo amarelo aos 18. O técnico Guto Ferreira tentou recompor a equipe com a entrada de Rezende na vaga de Daniel e apostou no contra-ataque. Numa dessas escapadas, quase marcou um golaço de bicicleta com Rodallega, aos 27. A bola passou raspando a trave esquerda. A Bolívia não deixou por menos e assustou aos 30, com Gabriel Poveda, em chute que passou por cima da meta.

Mas Rodallega, nome do Bahia no jogo, que tanto insistiu, tanto tentou e participou do jogo, foi coroado ao fim, aos 43 minutos. Em jogada de Rezende pela direita, o volante deixou para o colombiano bater rasteiro e contar com contribuição do goleiro Gabriel Batista, que falhou no lance.

Ficha do jogo

Bahia (2)
Matheus Teixeira; Douglas Borel (André), Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique (Djalma Silva); Willian Maranhão (Lucas Mugni), Patrick de Lucca e Daniel (Rezende); Raí Nascimento, Marco Antônio (Ronaldo César) e Rodallega. Técnico: Guto Ferreira.

Sampaio Corrêa (0)
Gabriel Batista; Van (Mauricio), Joécio, Nilson Júnior e João Victor (Eron); Wesley Dias (André), Ferreira e Soares (Gabriel Popó); Pimentinha (Mateusinho), Wendson e Gabriel Poveda. Técnico: João Brigatti.

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador-BA.

Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro Lima (AL).

Assistentes: Ruan Luiz de Barros Silva e Josué Reis de Jesus Júnior (ambos AL).

Gols: Daniel, aos 22′ do 1º T, e Rodallega, aos 43′ do 2º T (BAH).

Cartões amarelos: Patrick de Lucca e André (BAH); Ferreira (SAM).

Cartão vermelho: Patrick de Lucca (BAH).

Trending