conecte-se conosco

Copa do NordestePESportÚltimas

Mailson iguala melhor atuação de Magrão e quase dobra número de pênaltis no Sport

Prata da casa brilhou e alcançou números expressivos; veja mais

Foto: Anderson Stevens/ Campeonato Pernambucano

Publicados

em

O tamanho do feito de Mailson na classificação do Sport sobre o CSA pela Copa do Nordeste, na última terça-feira, torna-se ainda mais relevante se comparado a Magrão. Com três defesas de pênaltis no Rei Pelé, o atual camisa um igualou a melhor atuação do histórico ídolo leonino, referência neste quesito.

Ao longo das diversas disputas de pênaltis que travou em 14 anos na Ilha do Retiro, Magrão defendeu três cobranças em uma oportunidade: contra o Náutico, em 2013, pela Copa Sul-Americana.

Ao todo, o ex-goleiro soma 33 defesas em penalidades máximas. Os outros desempenhos de destaques de Magrão em disputa de pênaltis foram diante do Danúbio, pela Copa Sul-Americana, e frente ao Joinville, pela Copa do Brasil. Ambos em 2017 e com duas defesas para ele, ajudando o Rubro-negro a avançar de fase.

Fundamental na vitória do Sport em Maceió, Mailson não escondeu a felicidade pelo desempenho. Ao mesmo tempo, tratou de dividir os méritos pela classificação do Rubro-negro.

“Exaltar todo o elenco, toda a minha família, que torce sempre por mim. A emoção é muito gratificante, o trabalho do dia-a-dia vem dando certo, como eu falei sempre com o professor Jorcey (Anisio, preparador de goleiros), Carlos Eduardo (reserva). Um grande companheirismo”, destacou ao Nordeste FC.

Os números de Mailson em pênaltis no Sport

O prata da casa, aliás, quase dobrou o número de pênaltis defendidos pelo Leão. Com os três de Maceió, chegou a sete defesas. As outras foram contra o Náutico (duas vezes), na final do Estadual de 2019, onde o Sport foi campeão. Além dessas, diante de Cuiabá (Série B de 2019) e São Paulo (Série A de 2018).

Já as vezes em que Mailson saiu derrotado em disputa de pênaltis foram duas: nas quartas de final da Copa do Nordeste de 2020, contra o Fortaleza, e na decisão do Campeonato Pernambucano de 2021, diante do Náutico. Em ambas ele não defendeu nenhuma.

Magrão em disputas de pênaltis pelo Sport

Contra o Vasco – Copa do Brasil de 2008

  • Nenhuma cobrança defendida
  • Sport classificado

Contra o Palmeiras – Taça Libertadores de 2009

  • Uma cobrança defendida
  • Sport eliminado

Contra o Náutico – Copa Sul-Americana de 2013

  • Três cobranças defendidas
  • Sport classificado

Contra o Santa Cruz – Campeonato Pernambucano de 2014

  • Uma cobrança defendida
  • Sport classificado

Contra o Fortaleza – Copa do Nordeste de 2015

  • Uma cobrança defendida
  • Sport classificado

Contra a Chapecoense – Copa do Brasil de 2015

  • Uma cobrança defendida
  • Sport classificado

Contra o Campinense – Copa do Nordeste de 2017

  • Uma cobrança defendida
  • Sport classificado

Contra o Joinville – Copa do Brasil de 2017

  • Duas cobranças defendidas
  • Sport classificado

Contra o Danúbio – Copa Sul-Americana de 2017

  • Duas cobranças defendidas
  • Sport classificado

Contra o Ferroviário – Copa do Brasil de 2018

  • Uma cobrança defendida
  • Sport eliminado

Mailson em disputas de pênaltis pelo Sport

Contra o Náutico – Campeonato Pernambucano de 2019

  • Duas cobranças defendidas
  • Sport classificado

Contra o Fortaleza – Copa do Nordeste de 2020

  • Nenhuma cobrança defendida
  • Sport eliminado

Contra o Náutico – Campeonato Pernambucano de 2021

  • Nenhuma cobrança defendida
  • Sport eliminado

Contra o CSA – Copa do Nordeste de 2022

  • Três cobranças defendidas
  • Sport classificado
Mailson em uma das três cobranças de pênaltis contra o CSA, no Rei Pelé. Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Trending