conecte-se conosco
Moisés Moisés

CEFortalezaLibertadoresÚltimas

Fortaleza bate Alianza, conquista 1ª vitória fora do Brasil e segue vivo na Libertadores

Foto: Felipe Cruz/Fortaleza

Publicados

em

O jogo diante do Alianza Lima, no Peru, marcou uma noite histórica para o Fortaleza. Com gols de Moisés e Yago Pikachu, o Leão conquistou seu primeiro triunfo fora do território brasileiro na história e, de quebra, se manteve vivo em busca da classificação para as oitavas de final da Libertadores.

Com o resultado, o Fortaleza empata em pontos com o segundo colocado do Grupo F, o Colo-Colo (7 a 7), mas com um jogo a mais. Contudo, os paraguaios enfrentam o River Plate, no Monumental de Núñez, nesta quinta-feira. Em caso de derrota dos caciques, a partida da próxima quarta-feira classificaria o vencedor do confronto pela última rodada.

Antes de pensar na Libertadores, o Fortaleza volta seu foco para a Série A, onde conquistou apenas um ponto em seus cinco primeiros jogos. Assim, o Tricolor enfrenta, no domingo, às 16h, o Fluminense, na Arena Castelão, em busca de iniciar sua recuperação no Brasileiro.

O jogo

Precisando da vitória para se manter com esperanças de classificar para as oitavas de final da Libertadores, o Fortaleza começou a partida, mesmo jogando fora de casa, em cima do Alianza Lima para sair na frente do placar.

A primeira grande chance do Leão do Pici aconteceu logo aos quatro minutos. Após cobrança de escanteio, Marcelo Benevenuto sobe mais que a defesa dos peruanos e cabeceia firme para a defesa de Campos. A bola ainda se apresentou para Renato Kayzer no rebote, mas o atacante não conseguiu empurrar para as redes.

O gol do Tricolor de Aço saiu aos 16 minutos. Em jogada iniciada pela direita, Pikachu avançou e soltou a bola para a entrada da área. Moisés recebeu, dominou com um pé e bateu de bico no canto direito do goleiro Campos para marcar o primeiro gol oficial do Fortaleza fora do Brasil.

Depois do gol, o Fortaleza se recolheu mais para o campo de defesa e deu campo para o Alianza Lima em busca do contragolpe. O Leão teve uma boa chance com Moisés, em lançamento do campo de defesa feito por Lucas Lima, mas a jogada foi impugnada após tocar no braço do atacante tricolor.

Nos minutos finais, o Alianza Lima passou a ocupar o campo de ataque, mas sem conseguir ser efetivo. Assim, abusando dos lançamentos para o centroavante Hernán Barcos, o clube peruano conseguiu ter volume de jogo, mas sem gerar perigo para o goleiro Marcelo Boeck.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o técnico Juan Pablo Vojvoda acionou o volante Hércules na vaga de Matheus Jussa pensando em melhorar a transição ofensiva e diminuir a imposição que o Alianza Lima demonstrou no meio-campo nos minutos finais do primeiro tempo.

Com a alteração, o Fortaleza voltou a conseguir conectar os contragolpes e levar perigo ao gol defendido por Campos. Porém, era o time peruano que continuava dominando a posse de bola. Assim, para dar fôlego novo ao ataque e aumentar a velocidade para partir em busca do segundo gol, o técnico leonino acionou Romarinho e Robson nas vagas de Renato Kayzer e Moisés.

A primeira grande chance do Alianza Lima aconteceu apenas aos 25 minutos do segundo tempo. Após tabela pelo meio, a defesa do Fortaleza corta parcialmente e a bola se apresenta para Lavandeira que bate rasteiro para uma grande defesa do goleiro Marcelo Boeck.

No último terço da etapa final, o técnico Carlos Bustos lançou de vez a equipe peruana ao ataque. Com cinco atacantes em campo, o Alianza Lima tentou imprimir uma pressão ainda mais forte no entorno da área do Fortaleza. No entanto, exposto ao contra-ataque, os alviazulinos acabaram sofrendo um duro golpe aos 35 minutos.

Yago Pikachu puxa contra-ataque pela direita e abre a bola com Lucas Lima. O meia tabela com Hércules e Juninho Capixaba e devolver para o camisa 22, que empurra para as redes para dar tranquilidade ao Tricolor cearense.

Ficha do jogo

Alianza Lima 0
Campos; Vilchez (Fuentes), Christian Ramos, Portales e Fábio Rojas (Benavente); Ballón, Concha (Cornejo), Lavandeira (Leiton) e Benítez (Arley Rodríguez); Aguirre e Hernán Barcos. Técnico: Carlos Bustos.

Fortaleza 2
Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Felipe, Matheus Jussa (Hércules), Lucas Lima e Lucas Crispim (Juninho Capixaba); Moisés (Robson) e Renato Kayzer (Romarinho). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Local: Estádio Olímpico de Lima
Árbitro: Franklin Congo (EQU)
Assistentes: Ricardo Baren e Andres Tola (ambos do EQU)
Gols: Moisés aos 17/1ºT e Yago Pikachu os 35/2ºT (Fortaleza)
Cartões amarelos: Lavandeira, Ballón (Alianza Lima); Marcelo Benevenuto (Fortaleza)

Trending