conecte-se conosco
Fortaleza vive sua maior sequência sem vitórias na era Vojvoda - Vojvoda, técnico do Fortaleza Fortaleza vive sua maior sequência sem vitórias na era Vojvoda - Vojvoda, técnico do Fortaleza

CEFortalezaSérie AÚltimas

“Ninguém é culpado”: Vojvoda e Crispim minimizam erro de João Ricardo na derrota do Fortaleza

Mateus Lotif/Fortaleza EC

Publicados

em

Fortaleza perdeu para o Cuiabá por 1 x 0

O Fortaleza perdeu a invencibilidade em casa no Brasileirão para o Cuiabá em um jogo marcado por uma falha de João Ricardo e três bolas na trave na reta final. Após o jogo, o treinador Juan Pablo Vojvoda e o meia Lucas Crispim comentaram sobre a derrota e minimizaram o resultado negativo e saíram em defesa do goleiro.

Volantes Raniele, do Cuiabá, e Zé Welison, do Fortaleza, em lance de jogo do Brasileirão
Divulgação/Fortaleza EC

“Não foi uma noite feliz”

Lamentando o resultado, Vojvoda elogiou a postura do Fortaleza no jogo e creditou a derrota a um erro, o que também tratou com naturalidade. “Não foi uma noite feliz. Cometemos um erro que pode acontecer, são erros que acontecem no futebol. E o adversário aproveitou a situação”.

Ele analisou o futebol leonino. “No 1º tempo, fizemos uma partida correta, um jogo lutado, tentamos movimentar, mas o adversário estava sempre bem posicionado. No 2º, entraram cinco jogadores e fizeram a diferença a favor do time na parte física e na criação de situações de gol”.

O treinador também comentou sobre o que esperava do 2º tempo. “Era uma partida equilibrada e conforme passasse o tempo do segundo tempo o adversário ia se desgastar. Queria aproveitar quando o adversário tivesse desgastado para começar a fazer as trocas com jogadores frescos”.

Assim, Vojvoda concluiu enumerando as oportunidades ofensivas do Fortaleza na reta final do jogo. “Foi uma partida com mais chances no 2º tempo, tivemos chances claras, três bolas na trave, com Romero, e depois Guilherme e Crispim, uma cabeçada de Pikachu, muitas bolas na área, desequilíbrio de Calebe, mas a bola não entrou”.

“O erro de um é o erro de todos”

Falando do erro de João Ricardo, o treinador minimizou a falha e saiu em defesa do jogador. “Ele é um jogador inteligente, muito importante, como o Fernando Miguel, o Maurício Kozlinski, que quando precisou, correspondeu também, e temos o Bruno, mas quem erra é quem joga”.

Vojvoda também disse que vai falar com o jogador para entender o lance. “Não falei com ele, pode ter sido o gramado, pode ter sido algo, mas vamos trabalhar juntos”.

Lucas Crispim também falou sobre o erro do goleiro. “O Cuiabá vem fazendo bons jogos fora de casa. Sabíamos que eles iam esperar um erro nosso, só que o erro de um é um erro de todos. Ninguém é culpado. Agora temos que levantar a cabeça”.

Assim, o meia também minimizou o resultado negativo e garantiu trabalho para dar a volta por cima na sequência do Brasileirão. “Fizemos um bom jogo, criamos. Eu tive a chance e mandei na trave, Guilherme chutou na trave. Agora é ter paciência, pé no chão e vamos trabalhar na semana”.

Atacante Jonathan Cafú, do Cuiabá, e lateral Bruno Pacheco, do Fortaleza, em jogo do Brasileirão
Divulgação/Fortaleza EC

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados