conecte-se conosco
Náutico_x_Paysandu_Série C_2019 Náutico_x_Paysandu_Série C_2019

NáuticoPESérie CÚltimas

Náutico tem reencontro com Paysandu e Hélio dos Anjos em reta final da Série C

Foto: Léo Lemos/CNC

Publicados

em

É a primeira vez do Timbu contra o Papão desde 2019, quando o Alvirrubro subiu

O Náutico reencontra, neste domingo (13), às 16h, dois velhos conhecidos em um duelo decisivo pela reta final da Série C: o Paysandu, rival do Timbu no acesso à Série B em 2019, e o técnico Hélio dos Anjos, com duas passagens pelo Alvirrubro entre 2020 e 2022 e que hoje está no Papão. E o último confronto entre as partes traz boas lembranças para o clube pernambucano.

Esta é a primeira vez que Náutico e Paysandu se enfrentam desde o duelo das quartas de final da Série C de 2019, quando o Timbu subiu de divisão em um jogo histórico e com polêmica arbitragem do árbitro Leandro Pedro Vuaden, que marcou um pênalti a favor dos Alvirrubros nos minutos finais. Os paraenses reclamam do lance até hoje.

Em 2019, quando se enfrentaram nas quartas de final da Série C, Náutico e Paysandu ficaram no 0 x 0 em Belém. Na volta, nos Aflitos, um 2 x 2 no tempo normal. Nas penalidades, por sua vez, vitória alvirrubra e acesso à Série B.

Hoje, quase quatro anos depois, Náutico e Paysandu voltam a se enfrentar novamente. E em um contexto que apresenta algumas semelhanças: eles disputam vaga no G-8 e duelam a três rodadas do fim da primeira fase, com ambos precisando pontuar. Questionado se haveria um “gosto especial” para o elenco por todo o contexto do embate diante do Paysandu, Victor Ferraz revelou que não, que isso é uma coisa mais para o torcedor.

“Para mim, não, não tem nenhum tipo de gosto, de nada. Penso que vou jogar um jogo difícil, diante de uma equipe difícil, que merece nosso respeito. A Curuzu vai estar lotada para apoiar eles, mas a gente está muito concentrado. O que ficou em 2019 não tem como trazer nada daquilo para hoje. É uma coisa mais do torcedor. É uma coisa que a gente entende que vai deixar o clima mais quente, mas a gente que é profissional tem que estar à parte de tudo isso”, disse o jogador.

Náutico_x_Paysandu_Série C_2019
Foto: Léo Lemos/CNC

Outra curiosidade no confronto diante do Paysandu é o reencontro com o técnico Hélio dos Anjos, que era o técnico do Papão na decisão de 2019 e também tem história vitoriosa no Náutico, apesar de sua polêmica demissão no ano passado. Recentemente, inclusive, o treinador afirmou que o presidente Diógenes Braga é um desafeto pessoal: “Não quero relação nem com a quinta geração”, disse o treinador.

Sobre o reencontro particular com Hélio dos Anjos, que tem história no Náutico e é elogiado por vários alvirrubros, Victor Ferraz, que trabalhou com o treinador no Atlético Goianiense, elogiou o comandante.

“Trabalhei com ele no Atlético Goianiense. Espero um jogo muito duro, como o Hélio gosta que seus times atuem, de forma intensa, com pressão pós-perda, que corra para frente. Acho que a gente tem que se preocupar com o Paysandu dentro de campo, fora de campo tem pessoas capacitadas para responder. A gente tem que se preocupar com o time do Paysandu, que é um bom time e cresceu desde a chegada dele”, disse o treinador.

Hélio dos Anjos tem quatro passagens pelo Náutico, tendo como destaque o acesso à Série A em 2006 e o título do Pernambucano de 2021.

Hélio dos Anjos critica presidente do Náutico após demissão em 2022
Foto: Márcio Melo/Paysandu

O Náutico na Série C

Com 25 pontos em 16 jogos, o Náutico está na sexta colocação da Série C, tendo vantagem de três sobre o Ypiranga-RS, o primeiro time fora do G-8.

O Náutico volta a campo no domingo (13), contra o Paysandu, fora de casa, em compromisso marcado para 16h.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados