conecte-se conosco
Treinador Vagner Mancini em entrevista coletiva no Ceará Treinador Vagner Mancini em entrevista coletiva no Ceará

CECearáSérie BÚltimas

Vagner Mancini projeta renovação de 2/3 no elenco do Ceará e promete time competitivo

Felipe Santos/Ceará SC

Publicados

em

Treinador quer elenco de 24 jogadores de linha

O ano acabou de forma melancólica para o Ceará. Sem o acesso e com uma derrota por 3 x 1 para o Juventude na despedida, o treinador Vagner Mancini já olhou para 2024 e projetou uma grande reformulação no elenco, buscando um perfil mais agressivo para o elenco.

A renovação do elenco do Ceará

Após uma temporada muito aquém das expectativas, Vagner Mancini não escondeu que o elenco do Ceará vai precisar passar por mudanças intensas. Para ele, essa reformulação deve manter cerca de um terço do atual elenco, com mudanças em todos os setores, mas essa análise será feita individualmente.

“Nós temos um grupo de jogadores com contrato até o ano que vem, que serão analisados. Eu não estou garantindo ninguém. Temos outros que vencem o contrato, outros que vão até o meio do ano. Tudo isso vai ser analisado, mas eu acho que um terço é o que vai ficar”.

Mancini continuou, lembrando que isso não depende apenas dele. “Na minha ótica, acho que temos que mudar dois terços do elenco, até para dar uma oxigenada geral, dar oportunidade para todo mundo. Isso pode aumentar ou diminuir, mas é a minha cabeça, não sou dono do Ceará. Vou me reunir para que possamos definir”.

Olhando à frente, o treinador também projetou o tamanho do elenco, com cerca de 24 jogadores de linha, além dos goleiros. Segundo ele, isso passa tanto pelo lado financeiro, quanto pela unidade do trabalho.

“O Ceará precisa ter a parte financeira equilibrada para buscar alguém no mercado. Quando eu peço mais jogadores, estou tirando a possibilidade de ir no jogador certo mais tarde”. Ele continuou.

“Quando eu reduzo, também consigo que todo mundo esteja centrado na mesma missão. Não dá para alcançar tudo. Teremos mudanças, mas espero que a Série B do Ceará seja convicta, que o torcedor possa vir sabendo o que vai encontrar. Ganhar ou perder faz parte, mas que o time motive, emocione o torcedor”.

Vagner Mancini, técnico do Ceará
Felipe Santos/Ceará SC

O Ceará em 2024

Vagner Mancini chegou ao comando do Ceará há menos de três meses, mas já viveu fortes emoções no clube, segundo seu relato. “O ano foi duro. Dá a impressão que eu já estou no Ceará há um ano, tamanha descarga emocional em todas as partidas”.

O treinador afirmou que o encontrou um time muito abatido e focou seu trabalho para buscar um novo ânimo na reta final da Série B. Olhando para 2024, ele garantiu que o Ceará terá um time mais forte, intenso e combativo.

“Um time competitivo, acima de tudo. Todo jogador precisa ter a parte técnica e a parte tática, mas para o Ceará de 2024, eu vou priorizar os jogadores de força e velocidade, porque eu quero um time intenso dentro de campo”. Ele também quer montar um elenco com o perfil do clube.

“O que eu acho que mais se assemelha à cultura e à identidade do Ceará é um time com força e velocidade, que possa ser competitivo, que brigue o jogo inteiro, que seja vertical, ofensivo, que faça muitos gols e tenha um sistema defensivo mais equilibrado”.

Foto: Felipe Santos / Ceará SC
Felipe Santos / Ceará SC

Para além do elenco

Mas Vagner Mancini também projetou mudanças para além dos nomes. O treinador disse ter “certeza que o Ceará de 2024 vai ser muito mais forte”, mas tratou essa evolução em todos os departamentos que trabalham com o futebol alvinegro.

“Internamente, no clube, existem vários departamentos em que os processos já existem para algumas coisas e a gente quer ajustar para outras coisas. Zona de conforto em um ambiente que tem que ser incisivo não pode existir e não vai existir para 2024, eu garanto”.

Ainda que elogiando nomes como João Victor e Jonathan, ele também alertou sobre o trabalho de base. “A base do Ceará é boa, ganhou tudo, mas precisa melhorar também. E esse é um assunto que eu tenho para tratar com o presidente. Eu não quero ser dono do clube, longe disso, mas eu quero que as coisas funcionem da melhor maneira possível.

Atacante João Victor em jogo do Ceará
João Victor é considerado joia do Vozão – Pedro Chaves/Ceará SC
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados