conecte-se conosco
Sport - 2024 Sport - 2024

PEPernambucanoSportÚltimas

Podcast45 comenta testes na formação e escalação do Sport e avalia desempenho: “Não dá para normalizar tantas atuações ruins”

Foto: Paulo Paiva/SCR

Publicados

em

Cassio Zirpoli apontou que, apesar das variações de Soso, o time pode apresentar uma postura melhor

O início de temporada do Sport está sendo marcado por variações táticas por parte de Mariano Soso. E, mais do que isso, os testes nas escalações. Nos quatro jogos do Leão em 2024, o treinador argentino não repetiu o time inicial. No Podcast45, o jornalista Cassio Zirpoli abordou a temática.

“Ainda está testando formação tática e escalações. A própria base está sendo testada, coisa que não acontecia no ano passado. Nesse ponto, Soso está certo. Só que nesse momento o Sport está jogando apenas o Campeonato Pernambucano fez quatro partidas, dentre elas só um clássico contra o Santa Cruz na pior crise da história, e não fez nem um bom jogo”, explicou.

“São quatro partidas ruins. […] O Sport tem, com muita distância, o elenco mais pesado do campeonato. Não dá para normalizar tantas atuações ruins em sequência”, disse o comentarista.

Até o momento em 2024, o Sport perdeu para o Retrô e somou vitórias sobre Petrolina, Santa Cruz e, mais recente, Maguary. Nessa última, nos Aflitos na quinta-feira (25), a equipe deixou o campo sob vaias pelo desempenho apresentado.

Dessa forma, Cassio entende que, apesar das variações, dá para o Leão mostrar uma postura melhor nas partidas do Estadual.

“Mesmo com essa montagem do elenco e com esses testes na escalação e na formação, dá para jogar melhor do que jogou contra o Maguary. Esse elenco se conheceu há pouco tempo, mas você consegue imaginar que algum treinador pode consegue fazer uma apresentação melhor. Eu acho que há treinadores que conseguiriam extrair mais dos jogadores hoje”, apontou o jornalista.

Comparação com o início do Sport de 2023

Cassio Zirpoli citou que em comparação com a temporada de 2023, por exemplo, já era esperado um desempenho acima da média no início do ano, uma vez que Enderson Moreira, treinador do Rubro-negro pernambucano naquele momento, contava com várias peças remanescentes.

“Aquele time do ano passado tinha base de 2022. Não era um novo time e já havia a expectativa de que começaria a temporada bem. O que não se sabia é de que ia começar num nível tão alto. Vagner Love e Luciano Juba, por exemplo, começaram muito bem a temporada. Individualmente, as peças vinham bem”, avaliou.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados