conecte-se conosco
Luiz Henrique Viana, presidente em exercício do Vitória em Luiz Henrique Viana, presidente em exercício do Vitória em

BASérie BÚltimasVitória

Presidente em exercício do Vitória não rompe com Paulo Carneiro e mira união no clube

Foto: Vitória/Divulgação

Publicados

em

Depois do afastamento de Paulo Carneiro da presidência do conselho diretor do Vitória, por decisão do Conselho Deliberativo, o vice-presidente Luiz Henrique Viana assume o cargo de presidente do Leão, ao menos no período de 60 dias, tempo do afastamento do antigo mandatário. Luiz Henrique concedeu sua primeira entrevista coletiva nesta segunda-feira (13) e afirmou que não rompeu sua ligação com Paulo Carneiro, que vinha isolado em relação às outras lideranças dentro do Vitória.

“Não rompi com Paulo Carneiro como não rompi com nenhuma liderança do clube. Muito pelo contrário. Estou tentando fazer novas alianças, conversar com todos e tentar ver se a gente consegue dar uma governabilidade para o clube. Eu acredito no projeto que trouxemos para o clube. Esse projeto aos poucos vem mostrando eficiência. Vamos seguir com o projeto”, afirmou o presidente em exercício.

A crise política se dá pela má gestão de Paulo Carneiro não só no futebol do Vitória, mas também administrativamente. Desta maneira, ele foi cada vez mais se isolando, sem apoio de nomes fortes que outrora estiveram ao seu lado. Com o clima acirrado dentro do clube, Luiz Henrique Viana adota um tom conciliador, tentando mostrar que, sob sua tutela, o diálogo entre os poderes do Vitória fluirá de maneira mais tranquila, na tentativa de amenizar o caos no clube.

“Primeiro, temos que separar a parte de chapa política para agora, a governança do clube. No momento que a gente estabelece alianças na chapa política, naquele momento colocamos para a decisão dos torcedores e dos associados que comprem a ideia de um projeto estabelecido. No momento em que a gente é eleito, o projeto deixa de ser político de Paulo ou das alianças e passa a ser do clube. Portanto, o projeto hoje é do clube. Quando cheguei, sempre me referi ao Conselho Deliberativo que não vim ao Vitória para fazer inimigos. Vim para fazer amigos e estou aberto para todos aqueles que queiram contribuir com. Não tenho desavença com Paulo ou com nenhuma outra liderança. Estou aqui para trabalhar a serviço do clube”, acrescentou o mandatário.

Blindar o elenco do Vitória

Outro ponto do qual o presidente em exercício do Rubro-negro tem como prioridade, é não deixar o atual momento político influenciar no futebol. Ele passa confiança para os atletas e a comissão técnica e pretende manter o trabalho para livrar o Vitória do rebaixamento.

“Primeiro, blindar o time das situações políticas que nós estamos enfrentando. Confiamos na comissão técnica, confiamos nos jogadores e vamos trabalhar para que o pior não aconteça”, disse Luiz Henrique Viana.

“A situação delicada do clube, desde que chegamos, permanece. As dificuldades financeiras são muito grandes. O que a gente tem que fazer é blindar o nosso clube, blindar a parte de futebol para que eles consigam trabalhar sem nenhuma interferência externa”, encerrou.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending