conecte-se conosco

BASérie ASérie BÚltimasVitória

Em meio a polêmicas e acusações, Athletico-PR anuncia Pedrinho, ex-Vitória

Paranaenses alegam que rescisão do jogador com o Vitória o deixou livre no mercado

Jose Tramontin/athletico.com.br

Publicados

em

A novela envolvendo Athletico Paranaense e Vitória em torno da venda do lateral esquerdo Pedrinho do Leão ao Furacão ganhou um novo episódio nesta sexta-feira, quando o clube sulista anunciou oficialmente a contratação o jovem lateral de 19 anos e, além disso, inscreveu o nome do novo reforço para a disputa das semifinais da Copa Sul-Americana.

A priori, a movimentação poderia ser normal, se tratando de uma nova contratação de um clube, mas a polêmica vai muito além disso, uma vez que o Vitória acusa o Athletico de calote na negociação, orçada em R$ 8,5 milhões.

Regularizado no BID e à disposição de Paulo Autuori há mais de uma semana, Pedrinho rescindiu com o Leão em meados de agosto, como parte de uma negociação que envolvia sua venda e reempréstimo ao Vitória, algo que nunca aconteceu.

Isso, porém, na interpretação atheticana, aconteceu fora das negociações com o Furacão, que envolviam uma venda casada de Pedrinho e Pablo Siles (que seria comprado pelo Vitória ao Danúbio e repassado aos paranaenses) por R$ 10 milhões.

A partir da rescisão de Pedrinho, o clube sulista considerou o jogador como livre no mercado e conseguiu fazer sua contratação sem custos, algo que vem sendo questionado pelo Leão da Barra na Comissão Nacional de Resolução de Disputas.

Pedrinho assinou contrato definitivo com o Athletico-PR válido por cinco temporadas. Além de estar à disposição para os torneios nacionais, o jogador também foi inscrito na Copa Sul-Americana, na qual o clube já disputa a fase de semifinais.

Trending