conecte-se conosco
Tatiana Roma chefiou a Diretoria da Mulher no Náutico Tatiana Roma chefiou a Diretoria da Mulher no Náutico

NáuticoPEÚltimas

Ex-diretora acusa o Náutico de não ceder imagens da data de quando ela teria sido ameaçada

Foto: Náutico/Divulgação

Publicados

em

A ex-diretora do Náutico Tatiana Roma, que acusou Errisson Melo de assédio sexual, está em uma nova briga com o clube. Ela quer, agora, as imagens do circuito interno do clube para provar que ela foi ameaçada por um membro de uma torcida organizada.

LEIA MAIS: Deliberativo do Náutico reabre processo administrativo contra superintendente e abre debate para protocolo em casos de assédio
Conselheiros se afastam do cargo por discordar de decisão do CD sobre investigação de denúncia de assédio no Náutico
Patrocinador do Náutico cobra apuração rigorosa de denúncia de assédio

Nesta quarta-feira (15), a advogada de Tatiana Roma, Maria Carolina Aguiar, foi à sede do clube pedir as imagens. “Primeiro, ela foi super mal tratada e desencorajada a solicitar qualquer coisa. Disseram até que as imagens não tinham importância alguma e que eu queria apenas agitar. Chegaram ao cúmulo de tentar colocar minha advogada contra mim”, afirmou a ex-diretora em uma postagem no Twitter.

Ainda de acordo com Tatiana Roma, o vice-presidente Jurídico do Náutico, Roberto Selva, disse que, por ordem do presidente Edno Melo, irmão do acusado, as imagens não seriam dadas.

O clube também não disponibilizou um documento informando que não tem as imagens. Assim, ela terá de solicitar as imagens através de uma liminar na Justiça.

“O processo está na fase de inquérito na Delegacia. Para solicitar isso via Justiça, teria de entrar com uma liminar. Esse deve ser o caminho, mas devemos esgotar todas as vias administrativas porque não é o comum. O comum é acabar o inquérito na delegacia para quando enviar para o Ministério Público, aí sim a gente entraria na Justiça. Como a dificuldade está sendo tamanha, vamos ter que ultrapassar o rito processual. Vou pedir uma liminar porque não está na esfera da Justiça ainda”, ressaltou. 

O documento abaixo foi protocolado no departamento Jurídico do Náutico nesta quarta-feira (15). Porém, o clube se negou a documentar a informação de que o clube não tem mais as imagens.

Imagem

Posicionamento do Náutico

Em contato com a reportagem do NE45, o vice-presidente Jurídico, Roberto Selva, defendeu o clube da acusação.

“Foi informado a ela que as imagens são apagadas em alguns dias e que o vídeo não existe mais. Ademais, informou que o vídeo não tem áudio e que não se provaria nada, pois ele não tem áudio. Essa informação foi dada de forma verbal pra ela por mim. O clube entendeu que não precisava formalizar isso por escrito”, explicou. 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending