conecte-se conosco
Diogo Silva Diogo Silva

ALCECearáCopa do NordesteCRBÚltimas

Nordestão: Diogo Silva brilha, CRB bate Ceará nos pênaltis e volta às semi após 28 anos

Foto: Divulgação/Ceará

Publicados

em

Uma noite histórica para o goleiro Diogo Silva. Grande destaque da partida, o goleiro do CRB garantiu o empate em 0 a 0 no tempo normal e defendeu três pênaltis batidos por jogadores do Ceará na decisão da marca penal, converteu o seu e colocou o Galo da Pajuçara nas semifinais da Copa do Nordeste após 28 anos.

Com o triunfo na disputa da marca penal, o CRB enfrentará o Sport, com mando do time rubro-negro, no domingo, às 18h30. Já o Ceará perde a segunda decisão por pênaltis na temporada e está fora do regional.

O jogo

Mesmo jogando em casa, o Ceará foi surpreendido pelo CRB nos começo de jogo. O que se viu nos primeiros minutos do jogo na Arena Castelão foi o Galo apertar a saída de bola do Vozão e tentar imprimir uma pressão, mas criando apenas uma grande chance, que foi desperdiçada pelo centroavante Anselmo Ramon.

Após os 15 primeiros minutos, o Ceará conseguiu se ajustar na partida. Com uma marcação mais efetiva, o Vozão freou o ímpeto dos alagoanos e passou a sair mais para o ataque, dominando a posse de bola. Já o CRB, passou a explorar as jogadas em velocidade, especialmente pela esquerda, com Guilherme Romão e Marcinho.

Pelo lado do Alvinegro, Victor Luís, de falta, e Cléber tiveram as melhores chances, ambos parando no goleiro Diogo Silva. Além disso, Fernando Sobral e Lima também chegaram muito próximos de marcar, mas bateram para fora.

Segundo tempo

Se os visitantes começaram fazendo uma blitz no primeiro tempo, na etapa final, foi a vez do Ceará partir para cima e tentar tirar o zero do placar. A primeira grande chance do Vozão aconteceu logo aos dois minutos, quando Cléber cabeceou bola cruzada por Vina e exigiu boa defesa de Diogo Silva.

Para tentar aumentar a resistência defensiva da equipe, o técnico Marcelo Cabo acionou Raul Prata e o volante Maicon, que fez sua estreia pelo CRB e voltou aos gramados após oito meses, nas vagas de Richard e Rafael Longuine. O técnico do Ceará, por sua vez, colocou Erick e Zé Roberto nas vagas de Lima e Cléber com o intuito de continuar com a pressão no campo de defesa do Galo da Pajuçara.

Aos 30, o Ceará perdeu o meia-atacante Vina. Se queixando de dores musculares, o jogador foi substituído por Dentinho, que fez sua estreia com a camisa alvinegra. Assim, apesar de seguir dominando a posse de bola, o Vozão perdeu em capacidade de criação e passou a ser menos efetivo no campo de ataque. Dessa forma, o CRB começou a explorar novamente os contra-ataques, algo que ainda não tinha conseguido na segunda etapa.

Com a queda de ritmo do jogo, os últimos minutos do segundo tempo acabaram com poucas chances de gol. O Ceará ainda terminou a partida com um jogador a menos, pois o lateral Victor Luís passou mal e o Alvinegro não podia mais interromper o jogo para fazer a quinta substituição. Dessa forma, o embate precisou ser resolvido na disputa por pênaltis – a terceira em quatro jogos das quartas de final da Copa do Nordeste.

Pênaltis

No primeiro ciclo de cobranças, cada um dos dois times perdeu duas batidas. Pelo Ceará, João Ricardo pegou a primeira cobrança, batida pelo estreante Maicon e Anselmo Ramon bateu para fora. Já do lado do CRB, Diogo Silva pegou as batidas de Rodrigo Lindoso e Dentinho.

Nas alternadas, a estrela de Diogo Silva voltou a brilhar. O arqueiro do CRB defendeu a cobrança de Nino Paraíba e colocou o Galo da Pajuçara nas semifinais da Copa do Nordeste após 28 anos.

Ficha do jogo

Ceará 0 (3)
João Ricardo; Nino Paraíba, Messias, Luiz Otávio e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Fernando Sobral (Léo Rafael) e Lima (Erick); Mendoza, Vina (Dentinho) e Cléber (Zé Roberto). Técnico: Tiago Nunes.

CRB 0 (4)
Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Iago Mendonça e Guilherme Romão; Marthã (Wellington Carvalho), Yago e Rafael Longuine (Maicon); Richard (Raul Prata), Marcinho (Emerson Negueba) e Anselmo Ramon. Técnico: Marcelo Cabo.

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Diego Pombo Lopez
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira
Pênaltis: Mendoza, Erick e Zé Roberto (Ceará); Yago, Gum, Diogo Silva e Raul Prata (CRB)
Cartões amarelos: Guilherme Romão, Iago Mendonça (CRB)

Trending