conecte-se conosco
FPF - Federação Pernambucana de Futebol - Campeonato Pernambucano FPF - Federação Pernambucana de Futebol - Campeonato Pernambucano

NáuticoPEPernambucanoSanta CruzSportÚltimas

Campeonato Pernambucano acumula polêmicas e desmandos com menos de 15 dias de disputa

Foto: Rafael Vieira/FPF

Publicados

em

NE45 listou as polêmicas e os problemas do início do Estadual

O Campeonato Pernambucano tem apenas três rodadas e menos de 15 dias de disputa, mas já acumula polêmicas e desmandos. O Estadual já teve desistência, inversão de mando de campo, adiamento de jogo, estádio interditado, torcedores enfrentando problemas para entrar na Arena de Pernambuco, entre outros transtornos

Com tantas polêmicas, o NE45 listou alguns dos problemas relacionados ao Campeonato Pernambucano neste início. Confira abaixo:

Desistência do Salgueiro

Após muitas ameaças, o Salgueiro desistiu de disputar o Campeonato Pernambucano apenas no dia 3 de janeiro. A vaga deveria ficar com o Vitória, vice-campeão da Série A. Mas, por falta de recursos, o Tricolor das Tabocas optou também não entrar na competição.

Desta forma, o Flamengo de Arcoverde herdou o lugar e teve de montar o elenco em menos de dez dias para participar do Estadual.

Inversão de mando de campo na abertura do Pernambucano

O Campeonato Pernambucano começou logo com uma inversão de mando de campo. A tabela inicial apontava o jogo Petrolina x Sport no Paulo Coelho. No entanto, a FPF vetou o estádio por conta das condições do gramado e colocou a partida para a Arena de Pernambuco, onde o Leão manda seus jogos no Estadual.

A Prefeitura de Petrolina afirmou que o estádio teria condições de receber o duelo. Mas o jogo foi mesmo na Arena e com vitória do Sport por 1 x 0 na abertura do Pernambucano.

Arruda interditado após duas partidas

Depois dos dois primeiros jogos do Santa Cruz no Arruda, a FPF interditou o estádio por falta de laudos da Polícia Militar. O ponto polêmico é que a Secretaria de Defesa Social havia recomendado a interdição da casa do Tricolor antes mesmo de o campeonato começar.

O Arruda recebeu mais de 33 mil torcedores nas duas partidas mesmo sem um dos laudos necessários. O clube agora tenta providenciar a documentação até o clássico contra o Náutico, no próximo sábado.

Após negativas do Náutico, FPF utilizou Regulamento Geral para levar Maguary x Sport para os Aflitos

Outra mudança do local de jogo foi Maguary x Sport, que saiu do Arthur Tavares para os Aflitos. O Náutico negou os primeiros pedidos do clube de Bonito, mas foi recomendado a aceitar.

A FPF utilizou o Regulamento Geral das Competições para garantir a mudança. O duelo será na próxima quinta-feira (25), às 20h, nos Aflitos, pela 4ª rodada do Campeonato Pernambucano.

Torcida do Santa Cruz com dificuldades para entrar na Arena de Pernambuco

Os tricolores sofreram para entrar na Arena de Pernambuco para o Clássico das Multidões. Os torcedores enfrentaram longas filas e também a ação da polícia, que resultou em pessoas machucadas e imprensadas em gradis.

A Polícia Militar foi informada sobre o aumento do público visitante apenas na véspera do jogo. A Federação Pernambucana de Futebol (FPF), a Arena de Pernambuco e o Santa Cruz responsabilizaram o Sport pelos problemas. O clube rubro-negro rebateu e culpou a FPF.

Torcida do Santa Cruz enfrentou fila para entrar na Arena de Pernambuco - Polícia
Foto: Reprodução/Redes sociais

Santa Cruz x Retrô adiado e reclamação de Náutico e Central

Por conta da interdição do Arruda, o Santa Cruz solicitou o adiamento da partida contra o Retrô, marcada para a quarta-feira (24), às 21h. A Fênix aceitou o pedido e a FPF concordou em mudar a data do jogo para 15 de fevereiro.

Central e Náutico também solicitaram a alteração do jogo entre as duas equipes. Patativa e Timbu se sentiram prejudicados porque enfrentam justamente Retrô e Santa Cruz, respectivamente, na próxima rodada do Pernambucano. A FPF não acatou o pedido.

Rádios barradas do campo

A FPF proibiu a presença de repórteres de rádio no entorno dos campos em jogos transmitidos pela TV aberta. Em texto publicado no site O Poder, o presidente Evandro Carvalho comemorou a determinação e disse que a medida quebra “o privilégio das emissoras de rádio de abusarem do direito de atuar no entorno do gramado e até dentro de campo. Isso sem qualquer pagamento em favor dos clubes”.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco (Sinjope) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) repudiaram a atitude de Evandro Carvalho.

Torcida única nos clássicos

Na noite da última segunda-feira (22), a FPF determinou a realização dos clássicos apenas com a torcida mandante no Campeonato Pernambucano. A justificativa foi pelas confusões entre torcedores do Sport e Santa Cruz antes do Clássico das Multidões. Embora nenhum confronto entre as organizadas tenha acontecido dentro ou próximo da Arena de Pernambuco.

A medida começa a valer para Santa Cruz x Náutico, no próximo sábado (27), às 16h30, no Arruda.

Funcionários dos clubes suspensos de jogos no Pernambucano

Não são apenas os jogadores que ficam suspensos de partidas. Os funcionários dos clubes também podem ser proibidos de trabalhar nos campos pela FPF. Os casos mais recentes aconteceram com o fotógrafo Gabriel França, do Náutico, e com o Fernando Carvalho, cinegrafista da TV Coral.

Gabriel França foi advertido após fotografar enquanto se dirigia ao local destinado aos profissionais da imprensa, na partida contra o Flamengo de Arcoverde. Ele foi repreendido de forma grosseira por representantes da FPF e recebeu a suspensão de dois jogos.

Enquanto Fernando Carvalho, também punido por duas partidas, foi suspenso porque conversou com o goleiro do Maguary. Os funcionários da FPF alegaram que ele estava discutindo com o atleta.

As informações foram repassadas por pessoas dos dois clubes. Os profissionais não tiveram direito de se defender junto à Federação.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados