conecte-se conosco

CECearáSérie AÚltimas

Buscando recuperação e ainda mirando a Liberta, Ceará recebe Fluminense

Foto: Felipe Santos/Ceará SC
Avatar

Publicados

em

A duas rodadas do final da Série A e praticamente garantido na Sul-Americana, o Ceará entra em campo nesta segunda-feira, diante do Fluminense, mirando dois objetivos. O primeiro, imediato: o de recuperar-se na competição, após uma sequência de três jogos sem vitória (duas derrotas e um empate). O segundo, também não menos importante: o de sonhar com uma vaga na fase pré da Libertadores.

As equipes se enfrentam às 18h, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 36ª rodada. Na tabela, o Vovô estacionou nos 46 pontos e figura na 12º colocação.

Time

Para a partida, no entanto, o Ceará terá três desfalques certos e uma dúvida. Além do técnico Guto Ferreira, suspenso, e seu auxiliar, Alexandre Faganello, o lateral direito Samuel Xavier, com fadiga muscular na perna, não joga.

Outro que pode se somar à lista é o zagueiro titular Luiz Otávio, fora da partida diante do São Paulo, na última rodada. Sendo assim, Eduardo, reserva imediato de Samuel Xavier, é quem assumirá a posição. E, à beira do campo, com Guto e Alexandre Fora, quem comanda o time é a dupla André Luís dos Santos e Daniel Azambuja.

Tabu indigesto para os visitantes

Com a missão de vencer o Fluminense para voltar a sonhar com objetivos maiores na Série A, o Ceará, no entanto, tem um retrospecto bastante favorável contra a equipe carioca. Isso porque a última vitória do Tricolor das Laranjeiras no Castelão ocorreu há 16 anos, pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil de 2005, quando perdeu por 4 a 1.

De lá para cá, Ceará e Fluminense se enfrentaram mais duas vezes no Castelão, com o Vozão vencendo as duas partidas – uma, por 1 a 0, em 2010, e a outra por 2 a 0, em 2019, ambas pelo Brasileirão. Além deste jejum, também há outro em jogo: independentemente do local, o Ceará não sabe o que é perder do Flu há quase uma década. O último triunfo dos cariocas aconteceu em 2011, com derrota pelo placar de 2 a 1 , Presidente Vargas, pelo Brasileiro.

Arbitragem

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistente 1: Fabricio Vilarinho da Silva (GO)
Assistente 2: Bruno Raphael Pires (GO)
4º árbitro: Adriano Barros Carneiro (CE)
Árbitro de vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Trending