conecte-se conosco
Técnico Vojvoda, do Fortaleza Técnico Vojvoda, do Fortaleza

CEFortalezaÚltimas

Números, atuação, rivalidade e mais: Vojvoda vive lua de mel com o Fortaleza

Técnico melhorou números, trouxe desempenho e eliminações sobre rival

Foto: Divulgação/ Fortaleza EC

Publicados

em

A contratação de Juan Pablo Vojvoda por parte do Fortaleza foi cercada de expectativas. Afinal, o clube passou por um minucioso processo até chegar ao treinador – ainda que tenha analisado outros nomes, como Ariel Holan. Além de que, o argentino trouxe consigo a promessa de um futebol ofensivo, algo palatável ao torcedor do Leão do Pici. Entretanto, pode-se dizer que neste início à frente do Tricolor, Vojvoda tem saído acima de qualquer prognóstico otimista.

LEIA: Fortaleza pode ter time alternativo contra o Sport
LEIA: Após vitória do Fortaleza, Quintero manda recado para Vina: ‘Pipoqueiro do c…’

Prestes a completar um mês do primeiro jogo no comando do Fortaleza – neste sábado -, o argentino não só está invicto após nove partidas, como melhorou os números, que já eram bons, e os aliou a rendimento, com repertório e ousadia.

Ainda por cima, com título e eliminações sobre o rival Ceará, também já está fazendo história no Tricolor. Nesta matéria, o NE45 traz os feitos e avanços promovidos por Vojvoda no Fortaleza, passados 30 dias de trabalho. Confira, abaixo, tópico por tópico.

Estatísticas 

Antes mesmo da chegada do argentino o Leão do Pici já tinha números bons, com classificações na Copa do Brasil, Copa do Nordeste, por exemplo, e apenas uma derrota em 16 partidas. Mas com Vojvoda as estatísticas ficaram ainda melhores, saindo de 72% de aproveitamento 85%.

Além disso, o treinador ainda não perdeu, com sete vitórias e dois empates em nove partidas, sem falar dos 27 gols de saldo – marcou 31 vezes e sofreu somente quatro no recorte. 

Desempenho

Mas não foi só. Apesar dos resultados antes de Vojvoda, o Tricolor era um time que pouco empolgava e ainda buscava identidade. Algo rapidamente inserido pelo argentino, que deu ao Leão do Pici um DNA agressivo, como esperado – com o acréscimo no elenco de apenas uma peça: o zagueiro Titi. 

No clube, “intensidade” é a palavra, tanto para pressionar o adversário com linhas altas, já na saída de bola, quanto para seguir sempre buscando balançar as redes, independente da vantagem criada. Até o momento, o Fortaleza atingiu ao menos cinco gols em quatro partidas distintas (5 a 1, 6 a 1 e dois 6 a 0).

Repertório e organização 

No Leão do Pici, Vojvoda trouxe uma variação de esquema e não só de um jogo para o outro, como dentro da mesma partida. Só para citar alguns dos exemplos, o Fortaleza já atuou no 4-3-3, 4-2-3-1 e 3-5-2.

Este último, aliás, é o que mais tem saltado os olhos, inclusive porque traz jogadores com funções diferentes. Foi com esse esquema, para exemplificar, que o Leão do Pici atuou na maior parte do tempo do 3 a 0 com o Ceará, onde teve, no 3-5-2, de origens: um zagueiro, três laterais, três volantes, um meia e dois atacantes. Mas sempre com organização – números e nível de atuação ilustram isso.

Crescimento de jogadores 

E dentro dessa variedade, pode-se dizer que alguns jogadores se reinventaram. E cresceram de rendimento. Como Tinga, que se tornou um terceiro zagueiro, além de Lucas Crispim, que virou um ala esquerdo e peça decisiva.

História 

Apesar de somente nove partidas, Vojvoda já fez história: foi Campeão Cearense, onde conquistou o primeiro título da carreira, além de ter tirado de forma contundente o Ceará da Copa do Brasil no primeiro confronto entre as equipes em todos os tempos da competição.

Eliminações sobre rival

Dentro desse contexto, em quatro partidas diante do maior rival, Vojvoda tem duas vitórias e dois empates, fora um título conquistado.

Início forte também no Brasileirão 

O Leão do Pici largou com duas vitórias em dois jogos – e lidera a Série A pelo saldo de gols. Mas não foram quaisquer triunfos. O Tricolor bateu dois postulantes: primeiro, o Atlético-MG, de virada, no Mineirão, a partir de mexidas do argentino, com Pikachu saindo do banco e marcando os dois gols. Depois, superou o Internacional por expressivos 5 a 1.

Imersão 

Outro ponto, esse menos visto aos olhares públicos, foram as inovações promovidas por Vojvoda logo que chegou ao Fortaleza. De cara, decidiu morar no alojamento do clube para se integrar ao que rodeia o clube, além de promover treinos nos dias de jogos – quando ocorrem à noite – para maximizar a adaptação e preparação.

Confiança aos jogadores 

Sobre o trabalho realizado por Vojvoda e os rápidos resultados, Ederson destacou na noite da última quinta-feira a confiança repassada pelo argentino, algo que avaliou como fundamental – algo que Luiz Henrique também já havia destacado na semana passada. 

“Independente do idioma que ele fala, ele (Vojvoda) é comunicativo e passa muita confiança. Ele deixa à vontade em campo e só pede intensidade e vontade. Quando temos a confiança do treinador, isso leva a gente para outro patamar”, disse ao SporTv.

Os números

Fortaleza com Vojvoda na temporada

Jogos: 09
Vitórias: 07
Empates: 02
Aproveitamento: 85%
Gols marcados: 31
Gols sofridos: 27
Saldo: +27

Jogo a jogo

Ceará 0 a 3 Fortaleza – Copa do Brasil
Fortaleza 5 a 1 Internacional – Série A
Fortaleza 1 a 1 Ceará – Copa do Brasil
Atlético-MG 1 a 2 Fortaleza – Série A
Fortaleza 0 a 0 Ceará – Cearense (Final)
Fortaleza 6 a 0 Atlético – Cearense (semifinal)
Fortaleza 2 a 0 Ceará – Cearense (Primeira fase)
Fortaleza 6 a 0 Icasa – Cearense (Primeira fase)
Crato 1 a 6 Fortaleza – Cearense (Primeira fase)

Trending