conecte-se conosco
Vitória vence ABC pela Série B. Vitória vence ABC pela Série B.

ABCNordesteSérie BÚltimasVitória

Vitória domina 2º tempo, vence ABC e segue 100% na Série B

Victor Fotos/Divulgação/ECV

Publicados

em

Equipe baiana aproveitou superioridade numérica no segundo tempo

No Frasqueirão, em Natal, o Vitória venceu o ABC por 3 x 0 e se manteve 100% na disputa do Brasileiro da Série B. Depois de um primeiro tempo apagado, o Leão aproveitou a superioridade numérica após a expulsão do atacante Felipe Garcia e conquistou mais três pontos na disputa. Gegê e Léo Gamalho, duas vezes, garantiram o triunfo rubro-negro.

Vale destacar que o resultado simboliza a quebra de um jejum para lá de amargo. Isso porque a última vez que os baianos haviam triunfado na capital potiguar foi apenas em 2012, também na disputa da Segundona. Na oportunidade, o zagueiro Victor Ramos garantiu o 1 x 0.

Como fica?

Com o resultado, o Leão da Barra chegou aos seis pontos, manteve a invencibilidade e firmou posição no G-4. Vale destacar que o time baiano segue sem vazado. O Mais Querido, por sua vez, emplacou a segunda derrota consecutiva na disputa.

Próximos jogos de ABC e Vitória

As equipes voltam a campo na próxima semana, mas com objetivos diferentes. O ABC joga na quarta (26), contra o Grêmio, em Porto Alegre, pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

Pelo Brasileiro, o próximo compromisso é na sexta (30), quando enfrenta o Ceará, no Frasqueirão, em Natal. No mesmo dia, o Vitória recebe o Londrina, no Barradão, em Salvador. Os confrontos são válidos pela terceira rodada da competição.

Primeiro tempo é marcado por equilíbrio e pouca criação

Um primeiro tempo morno e equilibrado na maior parte do tempo. Apesar das raras investidas, ABC e Vitória fizeram um confronto inicialmente concentrado na faixa central do campo, com a marcação sendo o ponto de maior atenção. Além de construções mais objetivas, as equipes sentiam falta de maior ligação entre os setores.

Ainda assim, quando se falava em perigo, eram os donos da casa que ensaiavam abrir o placar com maior frequência. Muito pela insistência de Felipe Garcia, que retornou ao time após ser ausência na estreia. O camisa 9 fez valer a facilidade na disputa por cima e quase abriu o placar em três oportunidades, aos 8, aos 27 e aos 39 minutos.

Do lado do Vitória, a ausência de Giovanni Augusto foi sentida logo de cara. Thiago Lopes, substituto escolhido, não ofereceu a mesma dinâmica e pouco apareceu ofensivamente. Sem um meia de ligação ativo, o escape do time baiano foi o lado esquerdo com Osvaldo. Mas o veterano quase sempre ‘subia’ sozinho, sentindo falta do apoio de Zeca, por exemplo.

Já nos minutos finais, Felipe Garcia deixou o campo mais cedo. Após ser amarelado por reclamação, o centroavante recebeu o segundo cartão após falta dura no zagueiro Camutanga.

ABC e Vitória fizeram um confronto de pouca criação. Crédito: Reprodução

Vitória domina e encontra gols na reta final

Na volta do intervalo, o embate, naturalmente, foi condicionado pela expulsão da primeira etapa. Ainda mais por ter sido a referencia do ataque abecedista a ir mais cedo para o vestiário. Com 15 passados, o desenho em campo era de ataque contra defesa. Mas, ainda assim, o Vitória não conseguia assustar.

Os comandados de Léo Condé tinham a bola e a paciência de girar quase todo o gramado. No entanto, ainda faltavam objetividade e maior eficiência nas proximidades da área alvinegra. O primeiro chute mais perigoso do Rubro-Negro em direção à meta do goleiro Simão, por exemplo, só saiu aos 22 minutos.

Depois dos 30, no entanto, o Vitória, enfim, encontrou o caminho do gol. Gols, no plural, na verdade. No primeiro, Gegê aproveitou falha de Márcio Azevedo e, de fora da área, bateu bonito para abrir o placar. Em seguida, Léo Gamalho, com duas cobranças de pênaltis, ampliou e garantiu o triunfo.

FICHA DO JOGO

ABC 0
Simão; Alemão, Afonso, Richardson e Márcio Azevedo; Daniel, Wellington Reis e Léo Ceará (Raphael Luz); Júnior Todinho (Welliton), Fábio Lima (Maycon Douglas) e Felipe Garcia. Técnico: Fernando Marchiori.

VITÓRIA 3
Lucas Arcanjo; Zeca, Camutanga (João Victor), Wagner Leonardo e Marcelo; Léo Gomes (Gegê), Rodrigo Andrade (Matheus Trindade), Zé Hugo (Rafinha) e Thiago Lopes (Matheuzinho); Osvaldo e Léo Gamalho. Técnico: Léo Condé.

Local: Frasqueirão, em Natal (RN)
Árbitro: Matheus Delgado Candançan (SP)
Assistentes:
Daniel Paulo Ziolli e Diego Morelli de Oliveira (ambos de SP)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)
Gols:
Gegê (30’/2T) e Léo Gamalho (38’/2T)(VIT)
Cartões amarelos:
Felipe Garcia e Richardson (ABC); Wagner Leonardo (VIT)
Cartões vermelhos: Felipe Garcia (ABC)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados