conecte-se conosco
Igor Cariús, do Sport, será julgado novamente pelo STJD - Foto: Rafael Vieira/FPF Igor Cariús, do Sport, será julgado novamente pelo STJD - Foto: Rafael Vieira/FPF

PESérie BSportÚltimas

STJD agenda data para novo julgamento de Igor Cariús e outros sete jogadores investigados por manipulação

Foto: Rafael Vieira/FPF

Publicados

em

Recurso tem como objetivo ampliar a pena aplicada aos atletas investigados

O Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para a próxima quinta-feira (6), o julgamento que irá revisar as penas aplicadas aos jogadores investigados por esquema de manipulação de jogos na Operação Penalidade Máxima. Segundo o subprocurador-geral do STJD, Rafael Bozzano, que lidera o recurso, a pena é passível de aumento diante da gravidade da situação.

Entre os oitos jogadores investigados, está Igor Cariús, do Sport, que foi absolvido no primeiro julgamento. O atleta poderia pegar até 720 dias de suspensão, além de multa de até R$ 300 mil.

Em contato com a reportagem no NE45, o vice-presidente jurídico do Sport comentou sobre o caso: “Após a absolvição do atleta na primeira instância, a Procuradoria apresentou recurso… é isso que vai ser julgado. O Sport mantém a confiança no atleta e está acompanhando todo o caso”.

Outros sete atletas foram julgados pela 4ª Comissão Disciplinar do STJD, no dia 1 de julho. Confira:

Punições aplicadas pelo STJD

  • Gabriel Tota (Ypiranga-RS): banimento e R$ 30 mil;
  • Matheus Gomes: banimento e R$ 10 mil;
  • Paulo Miranda: 1.000 dias e R$ 70 mil;
  • Moraes (Aparecidense-GO): 760 dias e R$ 55 mil;
  • Fernando Neto (São Bernardo): 380 dias e R$ 15 mil;
  • Kevin Lomónaco (Bragantino): 380 dias e R$ 25 mil;
  • Eduardo Bauermann (Santos): 12 jogos.
Igor Cariús, do Sport, será julgado novamente pelo STJD - Foto: Rafael Vieira/FPF
Igor Cariús, do Sport, será julgado novamente pelo STJD – Foto: Rafael Vieira/FPF

Denúncia contra Igor Cariús

Na investigação da operação Penalidade Máxima II, o Ministério Público de Goiás (MP-GO) encontrou conversas do lateral-esquerdo Igor Cariús, atualmente no Sport e que na época estava no Cuiabá, com um apostador através de aplicativo de mensagem. O jogador, segundo a denúncia do Ministério Público, pelos prints tirados do próprio celular dele, cobra de um dos denunciados um valor.

De acordo com apuração do MP-GO, o jogador foi cooptado para receber um amarelo na partida do Cuiabá contra o Ceará, no dia 16 de outubro de 2022, pela Série A do Brasileirão.

Na conversa, de acordo com o Ministério Público, Igor Cariús cobra do denunciado Luis Felipe Rodrigues de Castro, um dos membros da organização do esquema de apostas, o pagamento dos valores. Ainda na denúncia, no dia 7 de novembro, o jogador indicou os dados da conta bancária da empresa de Romário para o recebimento.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados