conecte-se conosco
Thonny Anderson é desfalque no ABC até pagar multa em processo por esquema de apostas Thonny Anderson é desfalque no ABC até pagar multa em processo por esquema de apostas

ABCRNSérie BÚltimas

Thonny Anderson será desfalque no ABC até pagar multa em processo por esquema de apostas

Foto: Rennê Carvalho/ABC

Publicados

em

Atleta foi reintegrado após julgamento sobre envolvimento de esquema de apostas, mas não atuará enquanto não pagar multa a qual foi condenado

Um dos desfalques do ABC na partida desta segunda-feira (28), diante do Botafogo-SP, o meia-atacante Thonny Anderson não pode jogar por não ter pago a multa de R$ 40 mil, a qual foi condenado a pagar após julgamento em caso de envolvimento de esquema de apostas.

Ele foi julgado no dia 9 de agosto, pela 2ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Na sentença, Thonny Anderson não pegou suspensão, como outros atletas, mas foi condenado a pagar essa multa de R$ 40 mil. E enquanto não quitá-la, não poderá voltar a atuar.

“Sobre a ausência do meia Thonny Anderson, que voltou a treinar com o grupo, acontece que o atleta não reúne condições legais de atuar, já que ainda não pagou a multa imposta pelo STJD, em julgamento realizado no dia 9 de agosto”, divulgou a assessoria do ABC.

Thonny Anderson foi afastado pelo ABC há pouco mais de um mês ao haver a denúncia formal contra o atleta. Além disso, o clube também tentou a devolução do atleta ao Red Bull Bragantino, detentor dos direitos do meia.

Entretanto, o Massa Bruta rejeitou receber o atleta de volta e Thonny teria que seguir no Elefante até o fim do contrato. Dessa forma, acabou reintegrado ao elenco, onde segue trabalhando normalmente e em condições de jogo.

Antes do afastamento, Thonny vinha sendo titular do time do ABC. Em 14 jogos disputados com a camisa alvinegra, o jogador marcou dois gols, ambos de pênalti. Sua última partida com a camisa do Elefante da Frasqueira foi justamente no dia 19 de julho, quando o time potiguar foi derrotado por 1 x 0 pelo Guarani.

Caso Thonny Anderson do ABC

Em maio, o jogador foi citado em uma conversa como suposto responsável por cooptar novos atletas para entrar no esquema. Na época, ele atuava pelo Coritiba. A reportagem da Itatiaia divulgou que Thonny teria recebido R$ 30 mil para levar um cartão amarelo.

Thonny Anderson teria recebido R$ 30 mil quando jogava no Coritiba. Foto: Divulgação/Ministério Público de Goiás

O nome da pessoa que repassou o valor é Camila Silva da Motta, ela é esposa de Bruno Lopez, apontado supostamente como chefe do esquema de manipulação.

Thonny ainda teve o nome citado em uma outra conversa de Bruno. Em áudio, ele teria dito que o jogador indicou Jesus Trindade, que está no Coritiba, para o esquema.

Números, estatísticas e mais sobre o futebol nordestino: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados