conecte-se conosco
ABC bate a Ponte Preta no Frasqueirão e encerra jejum ABC bate a Ponte Preta no Frasqueirão e encerra jejum

ABCRNSérie BSérie CÚltimas

Após campanha desastrosa, ABC é rebaixado matematicamente e vai disputar a Série C pela 13º vez

Foto: Rennê Carvalho/ABC FC

Publicados

em

Sem poder de reação, o Mais Querido é o primeiro time rebaixado na Série B de 2023

O torcedor do ABC que acompanhou a campanha do time na Série C em 2022 não imaginaria que a situação da equipe um ano depois fosse ser de completo desastre. Na 34º rodada, o time confirmou o rebaixamento matematicamente e vai disputar pela 13º vez a Terceirona.

Junto com o Paysandu, que também tem 13 participações, o ABC entra no hall de clubes que mais disputaram a Série C. A última vez foi em 2022, quando conseguiu o acesso de forma invicta como mandante. Só perde para Confiança (22), Botafogo-PB (20), Caxias e Ferroviário (17), Tupi e Volta Redonda (16), Brasil de Pelotas e CSA (15), Fortaleza e Treze (14).

O início de temporada do time encantou a todos, principalmente pela força que tinha como mandante. No Frasqueirão e sob o comando de Fernando Marchiori, foi mais de um ano sem perder. O ataque da equipe era considerado o segundo melhor do Brasil em março, com o Campeonato Potiguar, Copa do Nordeste e Copa do Brasil.

Mesmo com as dificuldades e limitações que eram vistas durante as partidas, o time conseguia se recuperar dentro dos jogos e arrancavam um empate ou virada em momentos de dificuldade. O fato é que com o início da Série B, todo o planejamento e organização desapareceu.

A estreia na Série B aconteceu no dia 16 de abril contra o Londrina fora de casa. O ABC perdeu por 1 x 0, e desde então, emplacou sequências negativas e isso inclui a derrota para o América-RN no Campeonato Potiguar. A vitória na Segundona aconteceu mais de um mês depois contra a Tombense, no dia 23 de maio.

ABC bate a Ponte Preta no Frasqueirão e encerra jejum
Foto: Rennê Carvalho/ABC FC

A sequência de muitos jogos aliado a um elenco curto foi a principal reclamação de Marchiori e Allan Aal, técnicos anteriores de Argel Fuchs. A quantidade de lesões dos jogadores obrigou os treinadores a improvisarem muito no esquema tático, o que ocasionou em perda de qualidade e consequentemente derrotas consecutivas.

A falta de atenção também foi algo muito comentado durante toda a Série B. Muitas vezes o time estava dominando a partida, mesmo sem conseguir balançar as redes. Mas por uma bobeira na defesa, levava gols e perdia jogos já ganhos. A falta de psicológico dos jogadores para impedir a derrota, ou até de tentar se recuperar, foi algo latente em todas as posições.

Com apenas três vitórias, 12 empates e 19 derrotas, somado 21 pontos, o ABC foi rebaixado como lanterna da competição. Inclusive, está nesta posição desde a 3º rodada e não conseguiu sair disso. Nem mesmo as mudanças técnicas conseguiram alterar a situação do time na tabela.

Próxima partida do ABC

Restando quatro partidas, o Mais Querido vai cumprir tabela na Série B. O próximo jogo será contra o Criciúma na terça-feira (7), às 21h30, no Heriberto Hülse.

Números, estatísticas e mais sobre o futebol nordestino: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados