conecte-se conosco

MASérie BÚltimas

Sampaio empata com o Operário-PR e pode sair do G4 da Série B

Publicados

em

O Sampaio Corrêa encerrou a sequência de dois jogos fora de casa na Série B com o empate por 1×1 contra o Operário-PR, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, nesta sexta-feira (11). A equipe maranhense até poderia ter tido uma sorte melhor no duelo. Saiu atrás do placar ainda no primeiro tempo. Mas voltou melhor do intervalo, igualou o placar com um gol contra de Mazinho e pressionou até o fim pela virada. Criou chances, mas desperdiçou.

Após perder para o América-MG, na última rodada, o Tubarão voltou a pontuar no Campeonato Brasileiro. Porém, corre o risco de sair do G4. No 3º lugar com 45 pontos, o Sampaio agora terá de secar o Cuiabá (4º com 44 pontos), que enfrenta o Figueirense, no Orlando Scarpelli, e o Juventude (5º com 43 pontos) contra o Confiança, no Batistão.

Eficiência do Operário

Em uma partida equilibrada, como foi o primeiro tempo de Operário-PR x Sampaio Corrêa, a eficiência nas finalizações faz a diferença. Os donos da casa tiveram uma leve superioridade nos 45 minutos iniciais e conseguiram ficar à frente do placar aos 25 minutos. O estreante Rafael Oller recebeu na área, puxou a para a direita e acertou um bonito chute para abrir o marcar. O Tubarão, com dificuldades, não mostrou o bom desempenho de rodadas anteriores e criou poucas jogadas ofensivas. Na melhor delas, Gustavo Ramos arrematou no canto direito, com perigo, mas para fora.

Empate e pressão

O Sampaio Corrêa voltou para a etapa complementar com outra atitude em campo e muito mais objetivo. Tanto que chegou ao empate logo com um minuto. Marcinho cruzou, a bola desviou em Mazinho, do Operário-PR, e entrou para deixar tudo igual. Com o 1×1, os maranhenses melhoraram em campo e foram mais incisivos no setor de ataque, principalmente pelo lado direito com Pimentinha.

O Tubarão insistiu em busca da virada até o final para garantir mais uma rodada no G4 da Série B. Aos 44, após cobrança de escanteio, Boaventura teve a chance de balançar as redes, mas concluiu mal a jogada e a bola foi para fora. Foi a última chance clara de gol lamentada pelo Sampaio Corrêa.

Passou em branco

O artilheiro da Série B com 17 gols, o atacante Caio Dantas passou em branco diante do Operário-PR. Bem marcado e prejudicado pela falta de criatividade do time, sobretudo no primeiro tempo, o jogador sequer conseguiu finalizar a gol durante os 90 minutos.

Escalação do Sampaio Corrêa

Estatísticas

Posse de bola: Operário-PR 50% x 50% Sampaio Corrêa
Finalizações: Operário-PR 10 x 18 Sampaio Corrêa
Finalizações no gol: Operário-PR 2 x 3 Sampaio Corrêa
Passes certos: Operário-PR 297 (76%) x 302 (78%) Sampaio Corrêa
Faltas: Operário-PR 23 x 13 Sampaio Corrêa
Desarmes: Operário-PR 20 x 12 Sampaio Corrêa
Defesas do goleiro: Operário-PR 3 x 1 Sampaio Corrêa

Foto: André Jonsson/OFEC

Trending