conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Com 86% dos votos, Bellintani é reeleito presidente no Bahia

Bellintani é o primeiro presidente reeleito no período da redemocratização do Tricolor; votação foi a maior do Nordeste

Bellintani é o primeiro presidente reeleito no período da redemocratização do Bahia. (Divulgação/Bahia)

Publicados

em

Matéria por Diego Borges e Geraldo Rodrigues

Dentro de campo, o Bahia enfrenta o Palmeiras pela Série A do Campeonato Brasileiro neste sábado, mas fora dele a disputa do futuro do clube foi definido nas urnas, nas eleições para decidir a gestão do triênio 2021-2023. E, com sobras, deu Guilherme Bellintani. O atual presidente do Bahia foi reeleito, nesta tarde, para gerir o Poder Executivo do clube pelos próximos três anos.

No pleito, os tricolores mostraram bem o desejo de continuidade e o candidato da chapa situacionista Bahia Unido superou Lúcio Rios, da chapa + Bahia, por 9.941 (85,77%) votos a 1.648 (14,22%). No total, foram 11.930 eleitores, nesta que foi a maior votação da história do Nordeste, de acordo com levantamento feito pelo Blog de Cassio Zirpoli. Bellintani seguirá tendo Vitor Ferraz como vice. 

“O sentimento é muito bom, muito bonito. É a aprovação do trabalho que evoluímos muito nos últimos anos. O Bahia vem crescendo desde a sua redemocratização. É a confiança no nosso trabalho e de transformar o clube. É a confiança que a torcida merece e que podemos fazer mais. Temos uma missão muito grande com uma votação tão expressiva”, destacou Bellintani.

Com voto online, Bahia registra maior eleição no NE e Bellintani segue presidente

“Não cabe na democracia do Bahia a percepção de que um resultado tão expressivo é um cheque em branco para nós. Nos cobrem e nos policiem no trabalho dos próximos anos. Nos cobrem. É demais para o que gente tinha, mas é pouco para o que a gente merece”, completou o presidente reeleito.

Por conta da pandemia da Covid-19, o pleito ocorreu sobretudo de maneira virtual, ainda que o clube tenha disponibilizado votação presencial no setor leste da  Arena Fonte Nova. Os sócios aptos puderam votar das 9h às 17h, seguindo as recomendações preventivas ao coronavírus.

Guilherme Bellintani assumiu o clube em 2018 sucedendo a gestão de Marcelo Sant’Ana, que representava a situação do Bahia. De lá para cá, manteve o Tricolor na Série A com campanhas seguras – é 13º atualmente, quatro pontos acima do Z4.

Além disso, teve bons desempenhos na Copa Sul-Americana, onde chegou nas quartas de final em 2018 e está atualmente – após derrota na ida, em casa, para o Defensa y Justicia, o Esquadrão volta a campo nesta quarta, na Argentina, precisando reverter o 3 a 2.

No cenário estadual, conquistou o título baiano nos três anos de gestão. Porém, não teve sucesso na Copa do Nordeste, batendo na trave em 2018 e 2020 – foi vice-campeão para o Sampaio Corrêa e para o Ceará, respectivamente. 

Fora de campo, por sua vez, Guilherme Bellintani trouxe avanços no clube, como a inauguração do CT Evaristo de Macedo, neste ano, e o lançamento da ‘Esquadrão’, marca própria de uniformes, no segundo semestre de 2018, que mostrou-se bem sucedida. Além disso, o presidente manteve o Bahia ativo e engajado nas mais diversas causas sociais.

Votos totais

Chapa Bahia Unido – Guilherme Bellintani (vice Vitor Ferraz): 9941 votos (85,77%):
Chapa + Bahia – Lúcio Rios (vice Fernando Passos): 1648 votos (14,22%)

Confira a distribuição do Conselho Deliberativo

Continue lendo
1 comentário

1 comentário

  1. tiago de santana raposo

    12 de dezembro de 2020 a 21:15

    foi a maior votação da região porque é a maior torcida da região, simples assim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending