conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Bahia melhora, mas volta a falhar na defesa e perde para o Grêmio

Diego Souza marcou o segundo gol do Grêmio sobre o Bahia. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Publicados

em

O Bahia apresentou uma clara evolução na partida contra o Grêmio, sobretudo no setor ofensivo, mas ainda assim não deu para evitar a sua expressiva 7ª derrota consecutiva na Série A. O Esquadrão saiu atrás do placar em novo erro defensivo, assimilou bem um gol anulado pelo VAR – de forma bem questionável – e buscou o empate sendo superior ainda no primeiro tempo, mas não conteve o time gaúcho. Revés que pode levar a equipe de volta para o Z4, caso o Vasco pontue contra o Atlético-GO na próxima quinta-feira.

Na defesa, os mesmo erros…

O jogo começou com os times dividindo as ações e o domínio de bola, porém o Grêmio já era mais perigoso desde o começo. Diego Souza, sempre referência da equipe, quase abriu o placar numa cabeçada já aos 6 minutos, numa jogada pela esquerda de ataque. Mas foi o jovem Vanderson quem marcou aos 17′, depois de Jean Pierre achar Diogo Barbosa livre nas costas de Nino Paraíba, com muito espaço para dominar e cruzar até a outra ponta da área.

… no ataque, a melhora

Depois de sofrer o gol, o Bahia passou a sair mais, aproveitando a ‘tirada de pé’ do Grêmio. As principais investidas vieram pela direita, com Nino paraíba mais ofensivo apoiando Daniel, que foi o principal articulador da equipe ao lado de Ramírez. Ernando teve uma chance aos 18′, num voleio, e o próprio Daniel teve um bom chute no ângulo, depois de Gilberto fazer o pivô, mas Vanderlei foi buscar numa grande defesa.

VAR contestado

Movimentação de Gilberto foi vista como impedimento pelo VAR (Foto: Reprodução/Premiere)

A pressão seguiu e aos 26 minutos, Daniel acionou Gilberto num passe aéreo. O centroavante dominou, limpou a marcação para a o pé direito e acerta o ângulo de Vanderlei, em mais uma de suas jogadas características. Mas foi marcado impedimento pelo árbitro Ramon Abatti Abel, depois de revisão do VAR, comandado por Caio Max Vieira. Decisão bastante contestada.

A bola do 1º tempo

Mesmo com o lance anulado, dessa vez o Bahia não demonstrou o abatimento de jogos anteriores, quando houve situações parecidas. E aos 47′, Gilberto teve novamente e oportunidade de empatar o jogo, após receber uma ótima bola vertical de Ramírez, que o deixou de cara com Vanderlei na área. Mas na hora de deslocar o goleiro do lance, o chute foi para fora. Mesmo atrás do placar, o Bahia encerrou o primeiro tempo com mais finalizações que o Grêmio (9 x 5), sendo três delas na meta, contra apenas uma dos gaúchos.

Empate imediato

O gol perdido por Gilberto só não fez mais falta porque logo o empate veio, quase de imediato com 1 minuto. Quando o time pressionava na retomada, o zagueiro Anderson Martins acertou um belo chute de fora da área, e ainda contou com um leve desvio na defesa para acertar o ângulo de Vanderlei.

Grêmio de novo na frente

O gol trouxe de novo o Grêmio para a sua rotação normal, e o time encontrou novamente espaços, com Diego Souza fazendo o pivô para a aproximação dos pontos. Numa dessas, o atacante conseguiu uma falta e na cobrança ensaiada, bateu rasteiro com muita força. A bola desviou no pé de Nino Paraíba e Douglas ainda realizou uma belíssima defesa no reflexo, porém não evitou que ela caísse dentro do gol.

Reação ineficaz

De novo atrás do placar, tentando evitar a sétima derrota seguida, Dado mexeu na ponta direita com Rossi e na lateral com Zeca jogando mais ofensivo. O time conseguiu aproximação, mas esbarrou na defesa do Grêmio, sem contar com uma chance mais clara de finalização como as que teve no primeiro tempo. Ao menos lá atrás a ‘sangria’ da defesa não trouxe o que seria o 51º gol do campeonato.

Estatísticas

Posse de bola: Grêmio 49% x 51% Bahia
Finalizações: Grêmio 11 x 17 Bahia
Finalizações no gol: Grêmio 2 x 5 Bahia
Passes certos: Grêmio 338 (83%) x 338 (82%) Bahia
Faltas: Grêmio 11 x 17 Bahia
Desarmes: Grêmio 11 x 10 Bahia
Defesas do goleiro: Grêmio 4 x 0 Bahia

Fonte: Sofascore

A estreia de Thiago

Confirmando a expectativa, Dado optou pela estreia de Thiago como titular na equipe profissional. O jogador teve oportunidades de conduzir a bola no primeiro tempo, sendo uma única de finalização no final da primeira etapa, que mandou para longe da meta. O atacante aparentou nervosismo em algumas situações, como no cartão amarelo que recebeu por levar a mão à bola em uma falta na intermediária, que gerou uma cobrança ainda mais próxima da área e reclamações do treinador. Foi substituído aos 13′ do 2º tempo.

Gilberto suspenso

Quem também recebeu o cartão amarelo no jogo foi o atacante Gilberto, que estava pendurado e não vai enfrentar o Atlético-GO na próxima rodada, fora de casa.

Trending