conecte-se conosco

BANáuticoPESérie BÚltimasVitória

Náutico vê risco de queda cair para menos de 20%; Vitória chega a 44%

Publicados

em

Restando apenas cinco rodadas para o término da Série B, apenas dois clubes nordestinos aparecem com chances reais de rebaixamento. Porém, em caminhos inversos. Se por um lado o Náutico, que chegou a ter 86% de risco de queda, viu esse índice cair para menos de 20% após a vitória de virada sobre o Paraná, o Vitória começa a ver o risco de queda se tornar ainda mais real, superando os 40%.

Foram considerados dois estudos para essa análise. O departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais e o site Infobola, do matemático Tristão Garcia. Em ambos, o risco de queda do Timbu caiu bastante. 

Leia mais informações do Náutico
Leia mais informações do Vitória

Para a UFMG, após assumir a 15ª posição, com 38 pontos, dois a mais que o Figueirense, que abre a zona de rebaixamento, na 17ª posição, o risco de descenso dos alvirrubros atual é de 19,1%. Já para o Infobola, esse índice é ainda menor, chegando aos 17%.

Já o Vitória, que fez o caminho inverso. Se 14,8% de possibilidade de rebaixamento à Série C, no início de dezembro, o time baiano viu essa ameaça subir para 40,7% após a goleada sofrida para o América-MG no último sábado. A equipe não vence há quatro rodadas (um empate e três derrotas) e nas últimas oito rodadas só soma um triunfo. Dessa forma, caiu para o 16º lugar, com 37 pontos, apenas um a mais que o Figueirense. Para o Infobola, o risco de rebaixamento do Leão é ainda pior, de 44%.

Confiança e CRB ainda aparece com índice de queda nos dois levantamentos, mas ambos irrisórios. Para a UFMG, a ameaça para o Confiança se resume a 0,69%, enquanto para o CRB de ínfimos 0,21%. O Infobola, que arredonda os percentuais, calculou em 1% a possibilidade de rebaixamento para os dois clubes.

Acesso

Com relação ao acesso à Série A, o CSA é o único clube da região com um percentual considerável. O time alagoano atualmente fecha o G4, com os mesmos 52 pontos do Juventude, 5º colocado, levando vantagem por ter uma vitória a mais. 

Para a UFMG, a possibilidade do Azulão voltar à Série A em 2021 é de 59%, enquanto que para o Infobola, esse índice é de 55%. 

Já o Sampaio Corrêa, que amarga sete jogos sem vencer e vem de cinco derrotas consecutivas, praticamente saiu da briga pela classificação. A UFMG calcula em apenas 1,3% a chance de conseguir o acesso, enquanto o Infobola arredondou para 1%.

Continue lendo
1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending