conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza precisa de 55% de aproveitamento para escapar. No returno, porém, só fez 25,6%

Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC

Publicados

em

A seis jogos do fim da Série A, o Fortaleza tem uma dura missão pela frente. Porque caso queira escapar do rebaixamento – onde na tabela, atualmente, abre a porta do Z4, na 17ª colocação, com 35 pontos – , o Leão precisa conquistar 10 dos 18 pontos em disputa para atingir os 45, média histórica da permanência.

O que significa, porém, um aproveitamento de 55,5%, cujo time cearense sequer alcançou no returno, com menos da metade do necessário para livrar-se da queda, bem como durante toda a competição, até a 32ª rodada do Brasileiro.

No recorte geral, são oito vitórias, 11 empates e 13 derrotas (36,5% de aproveitamento). No returno, até agora, em 13 confrontos, foram apenas dois triunfos, contra quatro empates e sete derrotas, o que dá um desempenho de 25,6%.

A próxima partida do Fortaleza na Série A, inclusive, será diante do Atlético-MG, rival que briga pelo título no Brasileiro. Um jogo que dá início a uma sequência de mais dois confrontos contra adversários de maior exigência técnica, diante de Palmeiras e Fluminense, cujas equipes também figuram na primeira página da classificação.

Em seguida, o Tricolor do Pici encara três concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento: Coritiba, Vasco e Bahia. No primeiro turno, enfrentando as mesmas seis equipes, os cearenses venceram duas partidas (Galo e o Alviverde), empataram duas (Coxa e o Cruzmaltino) e perderam duas (Esquadrão e Tricolor). Oito pontos conquistados dos 10 em disputa. O que, caso se repita, não livrará o Fortaleza da queda à Série B.

Trending