conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Dado reclama de expulsão de Daniel no Bahia: “Árbitro foi muito exigente”

(Foto: Felipe Oliveira/Bahia)
Avatar

Publicados

em

O empate em 3 x 3 com o Goiás foi o suficiente para tirar o Bahia da zona de rebaixamento, ao menos momentaneamente na rodada – pode voltar ao Z4 caso o Vasco pontue contra o Fortaleza. Porém, o resultado tem um sabor pesado de derrota para o Esquadrão. Na avaliação do jogo, o técnico Dado Cavalcanti ressaltou os erros da equipe nos três gols sofridos, mas se queixou principalmente da expulsão de Daniel aos 20 minutos do segundo tempo, que viu como mais rigorosa pelo árbitro Rafael Traci.

“É muito relavito só avaliar os números. São muito frios. O jogo hoje foi totalmente atípico. Não posso dizer que não vencemos por conta da expulsão, mas houve uma influência direta. Questiono a expulsão independentemente do VAR. Não vi motivo nenhum. No máximo, houve jogo perigoso e talvez um cartão amarelo. O árbitro foi muito exigente e comprometeu o jogo todo. Talvez a história do jogo fosse diferente se não fosse a expulsão”, apontou Dado, antes de se queixar dos erros nos gols do Goiás.

“Houve falhas nos gols sofridos e jogamos com um a menos em boa parte do segundo tempo. Tivemos sim, grandes chances. Os erros vão acontecer. Quando os gols acontecem com erros, eles ficam mais evidentes”, completou.

Para a sequência, o treinador acredita que terá mais opções na partida cotnra o Atlético-MG. “Vamos fazer o que tenho feito mais, que é trabalhar. Dar confiança aos atletas. Os jogadores entenderam a ideia. Acredito que na próxima semana eu tenha mais opções e potencializar as qualidades para que a gente evite esses erros que comprometeram o jogo. Que caso aconteçam, não sejam tão cruciais para o resultado”, completou.

Trending