conecte-se conosco

EstaduaisPEPernambucanoSportÚltimas

Na Arena, Sport bate Salgueiro e vai pegar o Náutico na final do Estadual

Leão e Carcará fizeram jogo morno, mas o Rubro-negro levou a melhor

Publicados

em

Em um confronto de poucas emoções, o Sport venceu o Salgueiro por 1 a 0, na Arena de Pernambucano, pela semifinal do Campeonato Pernambucano. O solitário gol do confronto, que colocou o Leão na decisão do Estadual, foi marcado pelo zagueiro Maidana, de pênalti, aos 37 minutos da etapa complementar.

E agora?

Com o resultado, o Sport vai enfrentar o Náutico na final, que será disputada, dessa vez, em dois jogos. Datas, horários e locais ainda serão confirmados pela FPF.

Sport vence Salgueiro na Arena e vai à final do Estadual; 9ª presenças em 12 anos

O jogo

As equipes fizeram um primeiro tempo bem morno. O Sport teve mais a posse de bola e tentou propor, enquanto o Carcará posicionou-se em marcação de bloco baixo, deixando o Leão trocar passes até o meio de campo.

E o Sport mostrou pouquíssima inspiração. Lento e pragmático, não conseguiu encontrar espaços na marcação sertaneja. E, quando teve uma outra brecha para acelerar o jogo, errou na execução, ora com Thiago Lopes, ora com Júnior Tavares, ora com Neilton, que tentaram pelo centro.

Pelos lados, o Salgueiro marcou bem e Patric, Sander e Toró pouco fizeram. O único lance de algum perigo Rubro-negro do Leão, aliás, ocorreu em chute de fora da área de Thiago Lopes, mas a bola subiu demais.

O Carcará, por sua vez, indo bem na estratégia de se defender, buscou contra-atacar. Porém, assim como o Sport, esteve sem inspiração ofensiva e não colocou Mailson para trabalhar – o único chute foi uma tentativa de Tarcísio da intermediária, já que na melhor chance, na marca do pênalti, meia furou.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Sport voltou com mudanças, como as entradas de Tréllez e Everaldo. E as alterações, aliadas a uma mudança de posicionamento no setor ofensivo, com Thiago Lopes passando a atuar aberto e Neilton pelo centro, deram uma leve melhorada no Sport, que chegou logo aos oito minutos em rápida trama ofensiva, finalizada em chute pelo colombiano, mas a bola passou raspando.

À parte disso, porém, o jogo seguiu travado, na mesma tônica do primeiro tempo, mesmo que o técnico Umberto Louzer tenha feito novas mexidas, já que o Carcará, apesar de se defender bem, também continuou pouco produtivo na frente.

O tempo andava, o jogo seguia concentrado no meio, e parecia caminhar para 0 a 0 . Só parecia. Aos 37 minutos, em um lance que não levava perigo, Moreilândia cometeu um pênalti besta em bote errado sobre Maxwell, que estava de costas para o gol e na linha da grande área, sem levar perigo. Na bola, Maidana apresentou-se bem, bateu no canto e abriu o placar.

Mesmo em desvantagem e com pouco tempo para disputar, o Carcará mostrou pouco ímpeto ofensivo e não conseguiu sequer pressionar o Sport, que continuou

Ficha

Sport

Mailson; Patric, Adryelson, Maidana, Sander; Marcão, Júnior Tavares (Zé Welison), Thiago Lopes (Maxwell); Neilton (Marquinhos), Mikael (Tréllez) e Toró (Everaldo). Técnico: Umberto Louzer

Salgueiro

Tanaka; Dadinha, Ranieri, Richard, Alan Pires; Moreilândia, Felipe Baiano, Tarcísio; Aruá, Cássio Ortega e Renato Henrique. Técnico: Marcos Tamandaré

Gols: Maidana (SPO)
Cartões amarelos: Tarcísio, Dadinha (SAL); NEI (SPO)

Trending