conecte-se conosco

ALCSANáuticoPEÚltimas

Após vitória na Justiça, Kevyn tem rescisão com o Náutico publicada no BID

Publicados

em

Após ter conseguido na última terça-feira (27) na Justiça do Trabalho a sua liberação unilateral junto ao Náutico, o atacante Kevyn teve oficialmente seu contrato com o Timbu rescindido nesta segunda (31) junto à CBF com a públicação no Boletim Informativo Diário da entidade (BID). Assim, o jogador está livre para assinar com outro clube. Segundo o empresário do atleta, Paulo Brasiliense, o lateral-esquerdo assinará com o CSA por dois anos.

No entanto, o imblóglio jurídico não deve parar por aí. Isso porque o vice-presidente jurídico do Náutico, Bruno Becker, já adiantou que o clube vai recorrer da decisão. E caso consiga derrubar a liminar, o jogador volta a ficar vinculado ao alvirrubro pernambucano e a rescisão publicada no BID perde o efeito.

“Isso é normal. É uma consequência da liminar que foi concedida na sentença. Nada fora do previsto. A gente agora quando protocolar o recurso vamos tentar cassar essa liminar novamente”, explicou Bruno Becker.

“Isso já era esperado e se conseguirmos cassar essa liminar, como conseguimos das outras vezes, volta novamente Kevyn para o BID vinculado ao Náutico. E vai ficar nessa até o trânsito em julgado do processo”, completou o vice jurídico timbu.

Desde fevereiro, Kevyn vem tentando se desvincular do Náutico alegando atraso de salário e recolhimento de FGTS. Inicialmente, o jogador conseguiu a liberação, decisão que foi derrubada pelo Náutico inicialmente. Porém, na última terça-feira, a juíza Marília Leal Montenegro Spinelli, que já havia se posicionado a favor do jogador, voltou a deferiu a rescisão unilateral do contrato do lateral-esquerdo. O Timbu ainda terá que pagar multa de, aproximadamente, R$ 70 mil, entre dívidas com o jogador e outros encargos gerados pela ação.

Trending