conecte-se conosco

ConfiançaSESérie BÚltimas

Na estreia de Hernane, Confiança perde por 1 a 0 para o Vasco, no RJ

Reprodução/Premiere

Publicados

em

O Vasco da Gama recebeu e venceu o Confiança em partida válida pela 9ª rodada da Série B. Em São Januário, os dois times fizeram um jogo equilibrado, no qual o Confiança teve muito espaço para criar, mas, na prática, o gol marcado por MT, ainda no início da partida, foi o suficiente para cravar a derrota do Dragão pelo placar mínimo.

No time do Confiança, o principal destaque ficou pela estreia do centroavante Hernane Brocador, recém-contratado pela equipe. Sem atuar desde o início do ano, o jogador conseguiu apresentar uma boa presença em campo e buscou a finalização, mas não conseguiu ser decisivo como os sergipanos precisaram hoje.

Como fica?

Com a derrota, o Confiança espera o fim da rodada para saber a sua posição, mas volta para Aracaju com chances reais de entrar na zona de rebaixamento. O Vasco, por outro lado entra na primeira página da tabela e se aproxima do G4. Na 10ª rodada, o Vasco entra em campo às 19h da sexta-feira, contra o Sampaio Corrêa, também em casa. Para o Confiança, o compromisso é no sábado, também às 19h, também em casa, recebendo o Vitória.

Espaço para jogar

A partida começou amarrada no meio de campo. Vasco e Confiança não se faziam superiores e, mesmo criando jogadas ofensivas, os times não convertiam em finalizações. Os primeiros a conseguirem foram os cariocas, que, já no segundo chute, abriram o placar. Aos 14, Gabriel Pec aproveitou o vacilo de Victor Salinas e avançou pela direta, encontrando Marquinhos Gabriel, dentro da área, e, em um toque, ele passou para MT entrar batendo para o gol.

Aquele, porém, foi um lance pontual de intensidade do Vasco, que diminuiu o ritmo logo que marcou. Atrás do placar, o Confiança foi buscar a criação das jogadas e se tornou a equipe com o domínio ofensivo durante a maior parte da primeira etapa, mesmo que com poucos lances de perigo de gol.

A melhor chance do Confiança seria um pênalti, a partir de pisão no pé de Álvaro dentro da área, mas o árbitro não viu. Minutos mais tarde, ele teve que sair, lesionado. No final, o Vasco ainda conseguiu balançar as redes, com Gabriel Pec, mas, como ele estava em posição, o lance foi anulado.

Segundo tempo

Após o intervalo, o Vasco voltou reorganizado para tentar diminuir a liberdade que o Confiança tinha no campo de ataque e conseguiu equilibrar o jogo, se apresentando mais no campo do Dragão. Isso, porém, não significa que os sergipanos não seguiam aparecendo com força no campo de ataque, buscando o jogo e trabalhando jogadas.

Ainda assim, a primeira jogada de perigo foi vascaína, com Germán Cano, cara a cara com Rafael Santos, batendo por cima do gol. Aquela foi a melhor chance da etapa final. Com o passar do tempo, o Vasco cresceu e conseguiu controlar melhor o jogo, reduzindo o espaço para o trabalho do Confiança, que seguiu buscando o ataque até o fim, mas não criou muitas chances de perigo real.

Ficha do jogo

Vasco da Gama 1
Vanderlei; Léo Matos, Ernando, Leandro Castan e Zeca; Michel (Figueiredo), Andrey (Miranda) e MT (Arthur); Marquinhos Gabriel (Martín Sarrafiore), Gabriel Pec (Caio Lopes) e Germán Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

Confiança 0
Rafael Santos; Marcelinho, Nirley, Victor Sallinas e João Paulo; Gilberto (Bruno Sena), Álvaro (Ítalo) e Daniel Penha (Renan Areias); Neto Berola, Gustavo Ramos (Robinho) e Hernane Brocador (Alex Henrique). Técnico: Rodrigo Santana.

Local do jogo: São Januário, no Rio de Janeiro-RJ
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Kleber Alves Ribeiro (DF) e Lucas Torquato Guerra (DF)
Gols: MT (14’/1ºT | VAS)
Cartões amarelos: MT, Zeca (VAS), Rafael Santos, Gustavo Ramos, Nirley (CON)

Ouça a partir do minuto 103′:

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados