conecte-se conosco

BABahiaPESérie BSportÚltimas

Bahia e Sport questionam CBF sobre inversão de mando de campo em Guarani x Vasco

Foto: Thais Magalhães/CBF

Publicados

em

As diretorias do Bahia e do Sport questionaram a CBF, através de um documento enviado nesta terça-feira, sobre a inversão do mando de campo de Guarani x Vasco. A partida marcada para a próxima quinta-feira (19), às 21h30, com mando do Bugre, será realizada na Arena Amazônia, em Manaus, onde o time carioca tem uma grande torcida.

O estádio Brinco de Ouro, em Campinas, está passando por uma reforma no gramado. Por isso, o Guarani mandou o jogo para a Arena da Amazônia.

A decisão gerou insatisfação de tricolores e baianos. De acordo com a nota publicada pelos clubes, o local da partida trata-se de uma inversão de mando de campo e que viola o artigo 20, parágrafo único, do Regulamento Específico da Competição.

O que diz o parágrafo único do Artigo 20

O clube que queira deslocar partidas para outras praças deverá, com 30 dias de antecedência, demonstrar que, de maneira nenhuma, esta prática representa: (i) prejuízo ao equilíbrio técnico da competição; (ii) prevalência do interesse econômico particular do clube, em detrimento dos aspectos técnicos da competição; (iii) prejuízo da presença dos torcedores do clube mandante no estádio escolhido; (iv) privilégio de qualquer natureza em favor do clube adversário, como inversão ou comercialização do mando de campo; entre outros aspectos a serem avaliados pela DCO.

Confira abaixo o documento enviado à CBF sobre a inversão do mando de campo:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending