conecte-se conosco
Guarani x Náutico Guarani x Náutico

NáuticoPESérie BÚltimas

Kozlinski brilha nos acréscimos e Náutico é derrotado pelo Guarani, em Campinas

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

Publicados

em

Bugre contou com o brilho de Maurício Kozlinski para segurar pressão do Náutico nos minutos finais da partida

A reação do Náutico foi brecada em Campinas. Em confronto direto para sair da zona de rebaixamento da Série B, o Timbu visitou o Guarani e sofreu com muitas dificuldades no setor ofensivo do campo. Assim, os alvirrubros viram o atacante Jenison decidir o jogo com gol no início do segundo tempo.

Nos minutos finais, os pernambucanos encaixaram uma boa pressão com bolas lançadas na área nos acréscimos, mas graças às defesas de Maurício Kozlinski, o Náutico saiu de campo derrotado no Brinco de Ouro.

Como fica?

Com o resultado, o Náutico foi ultrapassado pelo Guarani, que saiu da lanterna da Série B e chegou à 17ª posição, com 23 pontos. O Timbu, agora, é o 19º colocado, com apenas 21 pontos conquistados em 24 jogos disputados.

Próximo jogo

O Náutico volta a campo para a próxima rodada da Série B na sexta-feira, em mais um confronto direto entre times na zona de rebaixamento. O Timbu receberá o Vila Nova, nos Aflitos, às 21h30.

O jogo – Guarani x Náutico

1º Tempo – Poucas emoções e muitas bolas altas

A etapa inicial da partida no Brinco de Ouro, em Campinas, demonstrou bem o porquê Guarani e Náutico figuram na zona de rebaixamento. Em confronto de desesperados, o Bugre começou o jogo tentando imprimir volume de jogo a partir das laterais, especialmente, com os pontas Bruno José e Yago, mas sem conseguir gerar perigo ao gol de Lucas Perri.

Muito recuado, o Timbu passou os primeiros 30 minutos de jogo apenas suportando o jogo, pois não conseguia conectar os passes para sair da defesa para o contra-ataque. A primeira chance alvirrubra só aconteceu aos 33 minutos, quando Richard Franco desviou cobrança de escanteio de Souza e acertou o travessão de Maurício Kozlinski.

Nos minutos finais, os campineiros intensificaram a pressão e quase marcaram com o atacante Jenison duas vezes. Aos 39, o centroavante recebeu cruzamento de Isaque e desviou para a meta, exigindo boa intervenção de Lucas Perri. Quatro minutos depois, em novo cruzamento, o camisa 91 subiu mais que a defesa do Náutico e finalizou para mais uma defesa do arqueiro alvirrubro.

Guarani x Náutico
Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

2º Tempo – Guarani aproveita chance e Náutico não consegue atacar

Insatisfeitos com o desempenho, os dois técnicos trouxeram seus times com modificações após o intervalo. Pelo Guarani, Mozart acionou Richard Rios e Giovanni Augusto nas vagas de Madison e Yago. Já Elano, colocou Geuvânio e Matheus Cocão e sacou Thomáz e Richard Franco, no Náutico.

As modificações do Guarani fizeram efeito quase imediato. Mais presente no campo de ataque, o Bugre começou a trabalhar a bola com mais qualidade e logo chegou ao gol. Aos 5, Jamerson cruzou na área para o centroavante Jenison. O atacante dominou no peito e tocou na saída de Lucas Perri para abrir o placar.

Após o gol, o técnico Elano queimou de uma vez as suas três mudanças restantes. Saíram Wellington, João Lucas e Kieza para as entradas de Victor Ferraz, Júnior Tavares e Jonathas Jesus. Assim, acabou desfazendo o esquema com três zagueiros visando deixar a equipe mais ofensiva.

Depois das mudanças, o Náutico passou a ter mais posse de bola, mas ainda assim, pouco conseguia assustar. A primeira chance alvirrubra na etapa complementar aconteceu aos 18 minutos, mais uma vez em bola parada, quando Souza cobrou falta na cabeça de Bruno Bispo. O zagueiro cabeceou com força, mas viu o goleiro Kozlinski fazer mais uma excelente defesa.

Nos minutos finais do jogo, o Náutico conseguiu imprimir um pouco mais de volume de jogo fazendo valer a sua maior posse de bola. Contudo, o Timbu seguiu com bastante dificuldade para chegar com a bola rolando. Assim, a última oportunidade do Alvirrubro saiu em cobrança de falta lateral de Souza, que quase surpreendeu Maurício Kozlinski. Na volta, Lucas Perri finalizou e o goleiro bugrino fez mais uma grande defesa. Assim, os pernambucanos voltaram para casa com mais uma derrota na conta.

Análises, informações, números e mais: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Ficha do jogo

Guarani 1
Maurício Kozlinski; Diogo Mateus (Lucas Ramon), João Victor, Derlan e Jamerson; Rodrigo Andrade, Madison (Richard Rios) e Isaque; Bruno José (Lucas Venuto), Yago (Giovanni Augusto) e Jenison (Yuri Tanque). Técnico: Mozart.

Náutico 0
Lucas Perri; Bruno Bispo, Maurício e Wellington (Victor Ferraz); Anilson, Jobson, Souza, Richard Franco (Matheus Cocão) e João Lucas (Júnior Tavares); Thomáz (Geuvânio) e Kieza (Jonathas Jesus). Técnico: Elano Blumer.

Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias (ambos da BA)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Gols: Jenison aos 5/2ºT (Guarani)
Cartões amarelos: Derlan (Guarani)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados