conecte-se conosco

ALAlagoanoCSAEstaduais

CSA é superado pelo CSE na estreia do Alagoano

Publicados

em

Único gol da partida saiu após grande falha do arqueiro azulino

Falha de goleiro e expulsões. No Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios, o CSE contou com uma pitada de sorte e derrotou o CSA por 1 a 0, em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Alagoano. O único gol da partida foi marcado pelo lateral-esquerdo Filipe Ramon, de falta, após falha do goleiro Paulo Ricardo.

Com a vitória, o Tricolor assume a liderança do estadual, empatado com o ASA, com três pontos cada. O Azulão, por sua vez, amarga a lanterna ao lado do Coruripe.

O CSA volta a campo na próxima terça-feira, às 19h30, quando encara o Fantasma, no Estádio José Gomes da Costa, em Murici. Já o CSE joga no dia 21, às 16h, contra o Coruripe, fora de casa.

O jogo

1º tempo – Paulo Ricardo falha, e CSE larga em vantagem

Equipes em ação no Juca Sampaio. Crédito: Divulgação/CSA

Os primeiros minutos desenharam uma partida movimentada, mas de poucas chances. Enquanto o CSE se lançou ao ataque, o CSA encontrou dificuldades quando teve a bola. O Azulão esbarrava em uma defesa bem postada do time do velho conhecido Oliveira Canindé.

Com dificuldades de fazer o jogo fluir, os visitantes buscaram variar quanto à construção das investidas: os pontas, antes esquecidos, começaram a ser mais acionados. As alas viraram um caminho. Contudo, a dificuldade seguiu. Do outro lado, o Tricolorido apostava na cautela.

Aos 28, o lance que determinou o futuro do jogo: após cobrança de falta, de longe, o lateral-esquerdo Filipe Ramon viu a bola quicar e enganar o goleiro Paulo Ricardo, que falhou. 1 a 0 para o CSE, que contou – também – com a sorte para abrir o placar no Juca.

2º tempo – CSA segue com problemas, e CSE ‘segura’

Na segunda etapa, precisando do resultado, o CSA voltou com mudanças. E tentou pressionar. Mas, apesar de algumas poucas chegadas mais perigosas, logo lidou com o mesmo problema do primeira tempo: a defesa bem postada do CSE.

Aos 27, duas saídas obrigatórias. Após empurrões e uma longa discussão, Wesley, do Tricolorido, e Rodrigo Rodrigues, do Azulão, foram expulsos. Com a bola rolando, o CSA, por sua vez, seguiu apertando o adversário em busca do empate.

Entre as poucas chances criadas, chegou com Bruno Matias, que finalizou de fora da área e aos 37, e com Tomas Bastos, aos 40, em falta cobrada no travessão. As investidas, porém, não mudaram a história do jogo.

Com o jogo chegando ao fim, o CSE já apostava na ‘cera’ para segurar o resultado. Uma tática de certo: 1 a 0 mantido e três pontos para o Tricolorido, que larga no estadual com vitória.

Ficha técnica

CSE 1

Pedro Campanelli; Léo Cotia, Mateus Baggio, Junior Goiano e Filipe Ramon; Cleyton, Claudevan e Caíque Valdívia (Kennedy); Geovânio (Rogerinho), Wesley e Romário (Filipe André). Técnico: Oliveira Canindé.

CSA 0

Paulo Ricardo; Éverton Silva, Douglas (Tito), Thales e Gabriel Oliveira (Jonathan); Bruno Matias, Moisés Gaúcho e Tomas Bastos; João Felipe (Geovane), Ruan (Dedé) e Rodrigo Rodrigues. Técnico: Roberto Fonseca.

Local: Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios (AL)
Arbitragem:
Rafael Carlos Salgueiro Lima
Assistentes:
Maxwell Rocha Silva e Ana Paula dos Santos
Gols:
Filipe Ramon (CSE; 28’/1T)
Cartões amarelos:
Geovânio (CSE) e Guilherme Rend (CSA)
Cartões vermelhos:
Wesley (CSE) e Rodrigo Rodrigues (CSA)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados