conecte-se conosco
Ceará foi superado em Itu. Ceará foi superado em Itu.

CECearáCopa do BrasilÚltimas

Ceará é superado pelo Ituano nos pênaltis e se despede da Copa do Brasil

Miguel Schincariol/Ituano FC

Publicados

em

Vozão saiu na frente no tempo normal, mas viu o Galo de Itu buscar o empate

Após o empate em 1 x 1 no tempo normal, o Ceará foi superado pelo Ituano nos pênaltis por 4 x 2 e se despediu da Copa do Brasil. Guilherme Castilho e Quirino, ambos no primeiro tempo, anotaram os gols da partida. Na marca da cal, brilhou o goleiro Jefferson Paulino, que foi determinante no avanço do Galo à terceira fase da competição nacional.

Com o revés, o Vozão deixa de embolsar R$ 2,1 milhões. Caso tivesse avançado, o montante poderia ter chegado a R$ 4,75 milhões. Agora, a equipe volta a campo no próximo sábado (18), contra o Iguatu, pelo jogo de volta da semifinal do Cearense.

O jogo – Ituano x Ceará

O Ceará não só começou a partida melhor como também era o time mais objetivo e perigoso. E logo chegou ao gol. Aos 15, o ‘trio da temporada’ apareceu: Vitor Gabriel cruzou para Erick, na direita, que fez grande jogada na linha de fundo e encontrou Guilherme Castilho, sem marcação. O artilheiro alvinegro no ano só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Em desvantagem, o Ituano passou chegar com mais frequência, mas pecava no último passe e mostrava nervosismo na hora de finalizar. Outras vezes, parou em defesas do goleiro Richard. Aos 45, no entanto, a insistência rubro-negra foi premiada. Após cobrança de escanteio, a bola, rebatida, sobrou para Quirino, que deixou tudo igual no placar.

Na volta do intervalo, um confronto equilibrado e de velocidade. As equipes trocavam investidas e chegavam com perigo, dando trabalho aos arqueiros Jefferson Paulino e Richard. Com 20 passados, o ritmo do jogo já não era mais o mesmo. Aos 40, o Galo ainda teve um gol legal anulado, o que manteve a partida em igualdade até o apito final.

Nos pênaltis…deu Galo

Na marca da cal, o Ceará não foi competente. Jean Carlos e Janderson desperdiçaram suas cobranças, enquanto o Ituano converteu todas e ainda contou com o brilho do goleiro Jefferson Paulino, que voltou a ajudar a equipe em uma disputa de pênaltis.

Equipes fizeram partida bastante movimentada. Crédito: Miguel Schincariol/Ituano FC

FICHA DO JOGO

ITUANO 1 (4)
Jefferson Paulino; Raí Ramos, Claudinho, Bernardo Schappo e Iury (Mário Sérgio); André Luiz (José Aldo), Lucas Siqueira (Rafael Pereira) e Eduardo Person (Rafael Carvalheira); Gabriel Vieira, Paulo Victor e Quirino (Rafael Silva). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

CEARÁ 1 (2)
Richard; Igor (Arthur Rezende), Tiago Pagnussat, Gabriel Lacerda e David Ricardo (Danilo Barcellos); Richardson, Caíque Gonçalves e Guilherme Castilho (Jean Carlos); Erick (Luvannor), Janderson e Vitor Gabriel (Álvaro). Técnico: Gustavo Morínigo.

Local: Novelli Júnior, em Itu (SP)
Árbitro:
Leandro Pedro Vuaden
Assistentes:
Tiago Augusto Kappes Diel e Luiza Naujorks Reis
Gols:
Quirino (45’/1T) (ITU); Guilherme Castilho (15’/1T) (CEA)
Cartões amarelos:
Iury, Rafael Carvalheira e Rafael Silva (ITU); Caíque Gonçalves (CEA)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados