conecte-se conosco
Náutico_1x0_Petrolina_Pernambucano_Aflitos_Júlio_1200_x_675 Náutico_1x0_Petrolina_Pernambucano_Aflitos_Júlio_1200_x_675

NáuticoPEPernambucanoÚltimas

Náutico vence o Petrolina e encara o Salgueiro nas quartas de final do Pernambucano

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

Timbu poupou a maioria dos titulares e confirmou a terceira posição na primeira fase do Estadual

Sem maiores sustos, o Náutico bateu o Petrolina por 1 x 0 neste sábado (1º), nos Aflitos, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano. O gols do Timbu teve a assinatura do centroavante Júlio, que balançou as redes do Eládio de Barros Carvalho aos dez minutos da primeira etapa.

Com o resultado, o Timbu confirma a terceira posição da primeira fase, tendo terminado com 25 pontos, dois a menos que o vice-líder Retrô – e que ficou com a última vaga direta às semifinais. Para ultrapassar a Fênix, o Náutico precisava vencer e torcer por uma derrota da equipe de Camaragibe para o Íbis, o que não aconteceu.

O Alvirrubro, portanto, vai encarar o Salgueiro nas quartas de final do Campeonato Pernambucano, já nesta quarta-feira (5), nos Aflitos, às 20h.

Náutico_1x0_Petrolina_Pernambucano_Aflitos_Júlio_1200_x_675
Foto: Tiago Caldas/CNC

Náutico vence Petrolina sem maiores sustos

Já de olho no mata-mata, o técnico Dado Cavalcanti mandou a campo uma equipe poupando vários titulares – muitos deles pendurados. Além disso, também foi uma tentativa de dar maior minutagem para os reservas, algo que o treinador já havia indicado que faria durante coletiva após a partida ante o ABC.

Em campo, um Náutico que teve a bola e abriu o placar logo cedo. Aos dez minutos, Paul Villero fez boa jogada pela esquerda e serviu Júlio, que na entrada da área bateu bem e marcou para o Timbu. Este, aliás, foi o quinto tento do centroavante na temporada.

A etapa inicial seguiu em ritmo mais baixo. O Timbu tinha a bola e dominava a partida, mas faltava inspiração para aumentar o placar.

Para a etapa final, o técnico Dado Cavalcanti voltou com Alisson Santos e Fernando Neto nas vagas de Régis Tosatti e Lucas Paraíba, que não foram bem no primeiro tempo.

O Timbu voltou mais aceso e quase abriu o placar nos primeiros minutos da etapa final. Júlio bateu firme, o goleiro do Petrolina defendeu e a bola sobrou para Alisson Santos, que não completou da forma que queria e mandou para fora.

O cenário, porém, não mudou muito em relação ao primeiro tempo. Mesmo tendo mais a bola, faltou inspiração ao Náutico para ampliar o marcador. Uma atuação em marcha lenta.

Pelo lado do Petrolina, a equipe chegou com perigo em uma finalização de Marquinhos defendida pelo goleiro Cássio, que mandou para escanteio.

Ao término da partida, vitória alvirrubra e confirmação do terceiro lugar no Campeonato Pernambucano.

Náutico bate o Petrolina e vence a 4ª seguida no Estadual; quartas nos Aflitos

FICHA DO JOGO

NÁUTICO 1
Cássio; Diego Ferreira, Denílson, Odivan e Mateus Cocão; Juan Gauto (Luan), Souza (Nathan) e Lucas Paraíba (Fernando Neto); Régis Tosatti (Alisson Santos), Paul Villero e Júlio (Rodrigo Leal). Técnico: Dado Cavalcanti.

PETROLINA 0
Adilson; Alan Araújo, Foguinho, Raykar e Rodrigo Ramalho; Brendon, Christiano, Caio Jambeiro (Marquinhos Bahia) e Igor Santos (Juliano); Erivan (Vander) e Roberto. Técnico: William Lima

Local: Aflitos, no Recife (PE)
Árbitro: 
Rodrigo Pereira Joia
Assistentes: 
Francisco Chaves Bezerra Junior e Dhiego Cavalcanti Pereira
Gol
: Júlio (10’/1T) (NAU)
Cartões amarelos:
 Nathan (NAU); Rodrigo Ramalho (PET)
Público: 3.731
Renda: R$ 47.216,50

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados