conecte-se conosco
Retrô vence Salgueiro. Jogadores aparecem no plano de fundo da foto se abraçando na comemoração do gol. Todos vestem camiseta azul em detalhes brancos e shorts amarelos. Retrô vence Salgueiro. Jogadores aparecem no plano de fundo da foto se abraçando na comemoração do gol. Todos vestem camiseta azul em detalhes brancos e shorts amarelos.

PernambucanoSportÚltimas

Retrô vence Salgueiro e vai fazer final do Pernambucano contra o Sport

Publicados

em

O árbitro Gilberto Castro Junior causou polêmica ao marcar dois pênaltis em sequência a favor do Salgueiro

O Retrô conseguiu vencer o Salgueiro na partida única da semifinal do Campeonato Pernambucano na tarde deste sábado (8), na Arena Pernambuco. A partida terminou em 3 x 1 e foi cercada de polêmica envolvendo dois pênaltis marcado em sequência pelo árbitro Gilberto Castro Junior.

Com a vitória, o Retrô conseguiu se classificar para a final do Pernambucano pela segunda vez. O clube vai enfrentar o Sport no próximo sábado (15), com horário para ser ainda definido. A vaga também garantiu o calendário da Copa do Brasil no ano que vem.

Sobre o jogo

Retrô vence o Salgueiro. Dois jogadores aparecem no primeiro plano da foto. Eles estão disputando a bola. Um veste camiseta branca e shorts brancos em detalhes em verde e vermelho. O outro está com camiseta azul e shorts amarelo.
Retrô venceu o Salgueiro e está na final do Pernambucano. Foto: FPF

O Retrô começou o primeiro tempo dando muito trabalho a defesa do Salgueiro. Nos primeiros minutos, Ermel chegou duas vezes, mas teve a jogada interceptada. O Carcará também tentou responder a pressão e chegou próximo a meta adversária.

Mas aos 19 minutos, Radsley estava no bate rebate na grande área e conseguiu achar um espaço para chutar e abrir o placar na Arena Pernambuco.

Minutos depois aconteceu a grande polêmica da partida: o pênalti marcado por Gilberto Castro Junior a favor do Salgueiro. Na cobrança de Odilávio, Jean defendeu, inclusive o rebote.

Mas durante o lance, o árbitro viu um novo pênalti em cima de Odilávio cometido por Guilherme Paraíba, que chegou a ser expulso, mas o VAR reviu o lance. A confusão foi instaurada e cartões foram distribuídos para as duas equipes. Na segunda cobrança, Anderson Recife converteu e empatou a partida para o Salgueiro. A equipe conseguiu gerar mais oportunidades, mas desperdiçou a chance.

No segundo tempo, os dois técnicos fizeram uma série de mudanças. As duas equipes continuaram tentando ampliar o placar, mas aos 28 minutos, Luisinho conseguiu ser mais eficiente ao chutar para o gol dentro da grande área.

A equipe do Retrô se animou ainda mais e continuou jogando no ataque e com os lances interceptados pela defesa do Carcará. Aos 40, Matheus Serafim fez o terceiro após lançamento de Guilherme Paraíba. A partida terminou com o placar final de 3 x 1, com o Retrô pela segunda vez na grande final do Pernambucano.

Ficha do jogo

Retrô 3

Jean; Israel, Renan Dutra, Guilherme Paraíba, João Victor; Ratinho, Jonas (Albano) e William Marcílio (Luisinho); Radsley, Giva (Junior Fialho) e Gustavo Ermel (Matheus Serafim). Técnico: Dico Woolley

Salgueiro 1

Éverton; Gabriel Fonseca, Leonardo, Wesley, Anderson Recife; Hebert, Gaspar, Pedro Talisca (Bartolomeu); Palominha (Alexandre Ferrugem), Odilávio (Kelsen)e Robinho. Técnico: Marcos Tamandaré

Local: Arena Pernambuco
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior
Assistentes: Karla Renata Cavalcanti de Santana, Marcos Felipe Angelo da Silva e Paulo Belence Alves dos Prazeres Filho
Cartões amarelos: Éverton, Wesley e Anderson Recife (Salgueiro) e Guilherme Paraíba e Júnior Fialho (Retrô)
Gols: Radsley, Luisinho e Matheus Serafim (Ret) e Anderson Recife (Sal)
Público: 1.881
Renda: R$ 9.390,00

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados