conecte-se conosco
Júlio_Náutico_Matheus Vital_2023 Júlio_Náutico_Matheus Vital_2023

Copa do BrasilNáuticoPEÚltimas

Meia do Cruzeiro justifica não ter trocado camisa com Júlio, do Náutico, e dispara: “Muita cara de pau”

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

Segundo o atleta da Raposa, eles já vinham se desentendendo antes mesmo do episódio

Meia do Cruzeiro, Matheus Vital deu sua versão sobre a recusa em trocar camisa com Júlio, centroavante do Náutico. Segundo disse o atleta da Raposa para a imprensa mineira após a partida, um episódio durante o segundo tempo foi determinando para que os uniformes não fossem trocados.

“Eu que deveria ficar bravo com ele. Ele tentou me dar uma caneta ali no segundo tempo, mas eu tirei e joguei na lateral. Ele tinha todo o espaço do mundo, mas foi comemorar na minha cara. Eu cheguei no ouvido dele e falei que não precisava. Falei para ele ser um pouco menos empolgado. Até eu saindo do campo, o Jael pediu calma para mim e falou que realmente ele era um pouco empolgado”, disse Vital.

Ainda na entrevista após a partida, Matheus Vital disse que não costuma recusar troca de uniformes após a partida. O meia, contudo, também afirmou que “tem que ter muita cara de pau” para pedir para trocar camisa após o ocorrido na partida.

“Eu saindo do campo, já entrando no vestiário, ele pediu para trocar de camisa comigo. Eu só virei para ele e falei: ‘tem que ter muita vergonha na cara’. Nunca vou negar trocar camisa com qualquer jogador, tenho camisa de vários clubes, mas o que ele fez foi uma falta de respeito. Tem que ter muita cara de pau para pedir para trocar camisa comigo”, completou Vital.

Júlio_Náutico_Matheus Vital_2023
Foto: Tiago Caldas/CNC

Atacante do Náutico, Júlio pediu para trocar camisa com o meia Matheus Vital, do Cruzeiro. O jogador da Raposa, no entanto, negou. Irritado com o fato, o centroavante alvirrubro não gostou da atitude do atleta rival e o xingou. A cena foi captada durante a transmissão do SporTV.

“Você é um perna do c…. Oxe. Empolgado o quê? Vá tom…”, disse a cria das categorias de base alvirrubra.

Náutico x Cruzeiro

Em campo, o Náutico venceu por 1 x 0 e largou em vantagem para o confronto de volta. O jogo será no dia 25, na Arena Independência. O Timbu joga pelo empate para avançar de fase, enquanto a Raposa tem que vencer por pelo menos um gol para forçar os pênaltis.

Esta vitória sobre o Cruzeiro, aliás, fez o Timbu quebrar um tabu de 14 anos e voltar a vencer a Raposa. O último triunfo tinha sido no Brasileirão de 2009. Desde então, eram 11 jogos sem ganhar do time mineiro.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados