conecte-se conosco
Vagner_Goleiro_Náutico_2023 Vagner_Goleiro_Náutico_2023

Copa do BrasilNáuticoPEÚltimas

Náutico: Vágner diz que time precisa fazer “jogo de excelência” para buscar classificação contra o Cruzeiro

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

Náutico tem a vantagem do empate para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil

Uma das lideranças do elenco do Náutico, o goleiro Vágner falou sobre o decisivo duelo contra o Cruzeiro, na próxima terça-feira (25), pela terceira fase da Copa do Brasil. O arqueiro valorizou a vantagem de 1 x 0 conquistada pelo Timbu na partida de ida, mas destacou que o time precisa fazer um jogo de excelência para sair classificado.

O goleiro alvirrubro também reconheceu que, tecnicamente, o Cruzeiro é superior, tendo em vista que está duas divisões acima do Timbu. Por isso, Vágner destacou que é importante o Náutico estar bem em todos os aspectos para a partida no Independência, com mando do rival mineiro.

“A gente tem uma vantagem mínima, mas não pode levar para campo. É fazer um jogo com muita serenidade. Sabemos que somos uma equipe inferior em questão de elenco, os caras estão na Série A e estamos na Série C, mas temos totais condições de fazer um grande jogo, é 11 contra 11. Ganhamos aqui e podemos ir lá fazer um jogo equilibrado e trazer o resultado positivo”, disse Vágner.

“É jogo decisivo, todo mundo concentrado e focado para chegar lá e repetir o nível não, fazer um jogo de excelência maior que o daqui e trazer a classificação. Sabemos que é um jogo difícil, é uma grande equipe em casa, com o apoio da torcida, a gente sabe que não vai ser fácil. Temos que estar bem física, tática e psicologicamente para encarar a pressão e trazer a classificação”, completou o goleiro.

Vagner_Goleiro_Náutico_2023
Foto: Tiago Caldas/CNC

Náutico x Cruzeiro: a volta

Nos Aflitos, o Náutico venceu por 1 x 0 e largou em vantagem para o confronto de volta. O jogo será no dia 25, na Arena Independência. O Timbu joga pelo empate para avançar de fase, enquanto a Raposa tem que vencer por pelo menos um gol para forçar os pênaltis.

Esta vitória sobre o Cruzeiro, aliás, fez o Timbu quebrar um tabu de 14 anos e voltar a vencer a Raposa. O último triunfo tinha sido no Brasileirão de 2009. Desde então, eram 11 jogos sem ganhar do time mineiro.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados