conecte-se conosco
ceará nota oficial ceará nota oficial

CECearáSérie BÚltimas

Ceará pede ao MP de Goiás para ter acesso aos detalhes da Operação Penalidade Máxima

Foto: Divulgação/CSC

Publicados

em

Clube alega que pode ter sido vítima de parte dos investigados na operação

O Ceará, por meio de nota oficial, informou que enviou uma solicitação de habilitação ao Ministério Público de Goiás para que os advogados do clube possam ter acesso, de forma detalhada, às investigações da Operação Penalidade Máxima, que apura supostas manipulações em jogos das Séries A e B de 2022.

Em nota, o Ceará diz que pediu para ter acesso detalhado às investigações em “decorrência da possibilidade elevada do clube ter sido vítima de parte dos investigados na operação”. Na última terça-feira, o Ministério Público de Goiás citou o lateral-direito Nino Paraíba, atualmente no América-MG, e o volante Richard Coelho, hoje no Cruzeiro. Ambos estavam no Vozão no ano passado.

As apurações são referentes à temporada de 2022, diga-se. Logo, quando a dupla defendia a camisa do Alvinegro de Porangabuçu. Vale destacar que Nino e Richard não foram denunciados formalmente, mas o envolvimento desses e de outros jogadores estão sob análise das autoridades.

Veja, na íntegra, a nota do Ceará

O Ceará, por meio do setor jurídico, enviou pedido de habilitação ao Ministério Público de Goiás (MP-GO) para que os advogados do Clube tenham acesso aos detalhes das investigações da Operação Penalidade Máxima, que investiga esquema de manipulação de resultados de jogos. A investigação é chancelada pelo Grupo de Atuação Especial ao Combate do Crime Organizado (GAECO).

O pedido foi feito em decorrência da possibilidade elevada do Clube ter sido vítima de parte dos investigados na operação. O departamento jurídico do Ceará ainda entende que pode contribuir com o MP-GO, auxiliando a esclarecer quaisquer dúvidas do procedimento investigatório criminal (nº. 2023.0010.0154).

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados