conecte-se conosco
Paulo Sérgio_Náutico_2024 Paulo Sérgio_Náutico_2024

NáuticoPEPernambucanoÚltimas

Qual o trio ideal? Técnico do Náutico já escalou cinco combinações diferentes no ataque; Evandro o que mais iniciou

Foto: Gabriel França/CNC

Publicados

em

Treinador escalou o mesmo ataque titular apenas nos dois primeiros jogos do Pernambucano, diante de Flamengo de Arcoverde e Afogados

O técnico Allan Aal já usou cinco combinações diferentes para montar o trio de ataque do Náutico nas seis primeiras rodadas do Campeonato Pernambucano. O comandante só repetiu os mesmos jogadores da estreia para o segundo jogo da competição, onde Fernandinho, Kauan e Evandro iniciaram os duelos diante de Flamengo de Arcoverde e Afogados. Desde então, contudo, ao menos uma mudança no trio que inicia.

O atacante que mais teve oportunidade de começar jogando, aliás, foi Evandro. Ele atuou como titular em cinco das seis partidas do Timbu.

Na vitória por 1 x 0 contra o Petrolina, na última quarta-feira, o trio de ataque foi formado por Leandro Barcia, Ray Vanegas e Paulo Sérgio. O último citado, diga-se, iniciou uma partida pela primeira vez. Este foi o único jogo que Evandro não iniciou.

Após a partida, em entrevista coletiva, o técnico Allan Aal foi questionado sobre essas mudanças e explicou o porquê mexeu tanto no ataque. De acordo com o comandante, o fato de lesões inesperadas acontecerem impediu mudanças na defesa, como por exemplo nas laterais, já que Diego Matos está machucado e Arnaldo estreou somente diante do Petrolina.

“Partimos do princípio de que quanto mais entrosamento tiver, melhor. Nós não variamos tanto no sistema defensivo por questões de intercorrência física. O Diego (Matos, lateral-esquerdo), que teve uma lesão, era uma opção pela sobrecarga do Luiz (Paulo, lateral-esquerdo), principalmente na última partida. O Belão também, o Arnaldo estava fora do jogo. A gente acabou trocando o Robson pelo Guilherme pelo desgaste e também pela característica de estatura e construção de jogadas”, disse Aal.

“No meio de campo também temos variações. Essas variações não só na frente, mas também atrás, vão ser importantes até para todo mundo se sentir muito no processo. Pode, de repente, não variar os 11 iniciais, mas o decorrer da partida vai exigir que a gente utilize as cinco substituições. Temos peças para isso e jogadores que podem fazer a diferença”, completou.

Para este sábado, diante do Botafogo-PB, fica a curiosidade para saber qual será o trio de ataque montado por Allan Aal. Vale lembrar que não há ninguém lesionado. O Timbu estreia no Nordestão contra o Belo, nos Aflitos, às 16h.

Paulo Sérgio_Náutico_2024
Paulo Sérgio foi titular pela primeira vez contra o Petrolina. Foto: Gabriel França/CNC

As combinações do ataque do Náutico nas seis primeiras rodadas do Pernambucano

  • Leandro Barcia, Ray Vanegas e Paulo Sérgio (Náutico 1 x 0 Petrolina)
  • Ray Vanegas, Júlio César e Evandro (Santa Cruz 1 x 2 Náutico)
  • Leandro Barcia, Júlio César e Evandro (Central 2 x 2 Náutico)
  • Fernandinho, Ray Vanegas e Evandro (Náutico 0 x 0 Maguary)
  • Fernandinho, Kauan e Evandro (Afogados 0 x 1 Náutico)
  • Fernandinho, Kauan e Evandro (Náutico 2 x 0 Flamengo de Arcoverde)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados