conecte-se conosco

SESérie BÚltimas

Presidente do Confiança rebate Felipão: “infeliz e desrespeitoso”

Publicados

em

Após a histórica vitória do Confiança sobre o Cruzeiro por 2 a 1 na última sexta-feira, no Mineirão, a primeira do clube sergipano sobre a Raposa em jogos oficiais, o técnico do clube mineiro, Luiz Felipe Scolari reclamou da atuação do trio de arbitragem, que pertence ao quadro da Federação Paraense. Para isso, o treinador usou uma visão geográfica distorcida. 

“Vai jogar um time de Sergipe e vem gente do Pará apitar? O pênalti poderia ser dado pelo árbitro, que estava a cinco metros do lance. Ele mandou seguir a jogada, e a menina que estava aqui fora, a 20 metros, deu o pênalti”, reclamou Felipão, se referindo à assistente Barbara Roberta da Costa, que é também do quadro da Fifa. 

As críticas de Felipão foram rebatidas pelo presidente do Confiança, Hyago França, que utilizou as redes sociais para afirmar que o treinador cruzeirense foi desrespeitoso com o Norte e o Nordeste do País.  Vale ressaltar que a distância de Aracaju para Belém é de 2.025 quilômetros, enquanto para Belo Horizonte, a capital sergipana fica a 1.608 quilômetros.

“Felipão é um treinador com uma carreira repletas de títulos, indiscutível o que ele representa para nós brasileiros. Mas na coletiva após o jogo contra o Confiança, ele foi bastante infeliz e desrespeitoso com a região norte e nordeste do país, em seu comentário.  Um verdadeiro vencedor é aquele que sabe vencer e também perder!. Futebol mudou e o Dragão está mostrando para o todo país, com humildade, respeito, trabalho e determinação, toda nossa grandeza!”, escreveu o dirigente em sua conta no Twitter.

O goleiro e capitão da Confiança, Rafael Santos, também respondeu às declarações de Felipão, em entrevista coletiva. “Essa questão do erro geográfico eu tenho certeza que o Felipão vai se retratar sobre isso. Eu não tenho dúvida sobre o pênalti e ali é um quarteto de árbitros, eles podem um ajudar ao outro a todo momento. O Confiança já foi prejudicado em alguns momentos na série B e nem por isso a gente foi chorar nas câmeras ou na imprensa. Muito pelo contrário. Buscamos o resultado positivo na outra partida”, afirmou o arqueiro, que também rebateu as insinuações feitas pelo técnico do Cruzeiro de que ele fez antijogo nos minutos finais, uma vez que terminou o jogo machucado.

Cum um edema muscular, Rafael Santos não deve encarar o Figueirense, nesta terça-feira, na Arena Batistão, pela 25ª rodada da Série B. “A gente fica surpreso quando você vê uma entrevista pós-jogo de um treinador com tanta experiência, com uma carreira tão vitoriosa quanto o Felipão querer deduzir sobre a lesão de um atleta da equipe contrária. Sem dúvida, eu acho que isso é do momento do calor do jogo, mas não justifica dizer que um atleta está simulando lesão ou coisa do tipo. Isso deixa um pouco a desejar ao invés de dar mérito do que a gente fez dentro de campo querer jogar para arbitragem ou qualquer coisa assim”, encerrou o arqueiro. 

Com a vitória, o Confiança soma 34 pontos e está a seis do Juventude, time que fecha o grupo de acesso à Série A. Já o Cruzeiro, com 28 pontos é apenas o 16º colocado, com sete pontos a mais que o Náutico, que abre a zona de rebaixamento.

Foto: Reprodução TV Sergipe

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados